Anemia leve em cães

Escrito por kathryn hatashita-lee | Traduzido por flávia fernanda
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Anemia leve em cães
A anemia pode afetar um cão de qualquer raça (stray dog image by Cherry-Merry from Fotolia.com)

A anemia canina ocorre quando há baixa concentração de células vermelhas ou de ferro no sangue (hemoglobina), ou ambas. As células vermelhas do sangue incluem a molécula de hemoglobina, que se liga para a entrega de oxigênio aos tecidos e células do corpo. Os glóbulos vermelhos diminuem sem ser substituídos rapidamente. A anemia como um estado pode ser um sintoma ou um efeito secundário de uma outra doença ou distúrbio patológico. A anemia pode afetar um cão de qualquer raça, tamanho ou idade.

Outras pessoas estão lendo

Sintomas

Sintomas visíveis da anemia incluem gengivas pálidas ou amareladas, o aumento da respiração ofegante, letargia, fraqueza, alteração na cor da urina, intolerância ao exercício e anorexia. Com baixos níveis de sangue para oxigenar o corpo, um cão pode respirar mais rápido, assim como seu coração bate mais rápido.

Causa

As causas da anemia podem incluir doença autoimune, defeitos de nascimento, úlceras hemorrágicas, reação às drogas, lesões com perda de sangue, ferro baixo no sangue, doença crônica, doença inflamatória, infecção, parasitas ou envenenamento. Durante o sangramento, assim como no trato digestivo, as células vermelhas do sangue são utilizadas mais rápido. A anemia como um sintoma pode indicar uma doença, tais como a leucemia ou o câncer da medula óssea. Um veterinário pode determinar se a anemia é um problema primário ou secundário, e se pode resultar em uma doença clínica.

Diagnóstico

O veterinário pode examiná-lo não só por causa da anemia, mas para saber a causa fundamental que afeta a medula óssea. Um veterinário pode levar em conta ambos os detalhes físicos e histórico. Os proprietários devem comunicar quaisquer problemas médicos anteriores, histórico de medicação, vacinação, exposição a carrapatos e histórico de viagem.

O veterinário pode avaliar as membranas mucosas, como as gengivas, vulva, pênis ou ânus. Exames de sangue podem avaliar os glóbulos vermelhos e brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas imaturas. Um hematócrito (HT) determina o volume de hemácias ou células vermelhas do sangue. Os exames também podem verificar se há parasitas que possam destruir as células vermelhas do sangue. A biópsia da medula óssea, que produz as células do sangue, pode ajudar a identificar a causa da anemia. A urina e as amostras fecais podem indicar a saúde das funções do órgão.

Tratamento

Um veterinário determinará o tratamento adequado para a causa da anemia do cão. O tratamento pode incluir medicamentos antianêmicos, suplementos de ferro, vitaminas e dieta. Os proprietários não devem deixar o cão se esforçar demasiadamente, mas permiti-lo que descanse.

Dieta

O proprietário do cão pode preparar uma dieta que inclua alimentos com abundância de ferro e vitaminas do complexo B para ajudar a aumentar o oxigênio no sangue e reduzir o risco de anemia. A dieta pode incluir carne magra como a carne moída e carneiro. Cozido de fígado servido em porções de 60g para um cão pequeno e 115g para um cão de grande porte, oferece ferro e vitamina B.

A clorofila promove sangue saudável, então use uma alimentação com vegetais verdes, tais como produtos de folhas e feijão. A vitamina B9, também conhecida como ácido fólico, produz células vermelhas saudáveis ​​e previne a anemia. Alimentos com vitamina B9 incluem gema de ovo, abóbora, centeio e trigo integral.

Consulte o veterinário sobre o uso de ervas como o trevo vermelho, raiz de bardana e urtiga, por seus teores de mineral e ferro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível