Animais da floresta mediterrânea

Escrito por meg campbell | Traduzido por guilherme ferreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Animais da floresta mediterrânea
O macaco-de-gibraltar (macaque de barbarie image by Jj from Fotolia.com)

A floresta mediterrânea é temperada, marcada por invernos suaves e úmidos e verões quentes e secos. O bioma do Mediterrâneo ocorre em cinco áreas do mundo: a Califórnia, a Bacia do Mediterrâneo, o sudoeste da Austrália, o centro do Chile e a Província do Cabo da África do Sul. A temporada de crescimento na floresta mediterrânea é curta e a maioria das árvores é de sobreiros e coníferas. Existe uma diversidade impressionante da flora e fauna nesse habitat ameaçado.

Outras pessoas estão lendo

Lince-ibérico

O lince-ibérico, que no passado era encontrado na Espanha, Portugal e sul da França, hoje só vive no sul da Espanha. Os linces desta espécie pesam cerca de metade do peso da espécie da Eurásia, têm mais pintas e pelos pretos no rosto. Alimentam-se principalmente de coelhos selvagens, mas também de patos e veados. Em geral, uma fêmea dá à luz dois ou três filhotes por ano, mas muitos morrem. O número decrescente de coelhos selvagens, o atropelamento em estradas e a segmentação da população devido ao desenvolvimento humano fazem com que o lince-ibérico seja o felino de grande porte mais ameaçado do mundo. Está prestes a se tornar extinto. O censo de 2009 desse animal reportou 230 espécimes, um pequeno aumento comparado aos anos anteriores.

O macaco-de-gibraltar

O macaco-de-gibraltar vive na floresta mediterrânea. Eles chegam em média a 22 anos de idade. São pequenos, sem cauda e têm rostos escuros. Comem folhas, invertebrados, frutas, brotos e raízes encontrados na floresta. As fêmeas dão à luz um bebê após uma gestação de 28 semanas e os recém-nascidos pesam cerca de 450 gramas. O macaco-de-gibraltar é o único primata além dos seres humanos que vive na Europa, embora sua última população restante lá seja um pequeno grupo de 100 que reside em Gibraltar e é protegido pelo exército britânico.. Os macacos-de-gibraltar também vivem nas florestas mediterrâneas do Marrocos e no norte da Argélia.

Leopardo de Berbéria

O leopardo de Berbéria é parecido com o leopardo africano porém mais forte e com uma pelagem mais densa. Eles habitam a Cordilheira do Atlas, no norte da África. Sua população é tão pequena que se estima 12 em cativeiro e 250 na natureza. O leopardo macho é cerca de 30% maior do que a fêmea, mas ambos são capazes de abater presas com o dobro de seus tamanhos. O leopardo de Berbéria prefere comer macacos-de-gibraltar, mas também caça antílopes e outras presas pequenas. Eles são especialmente bons em escalar e são conhecidos por comer nas árvores.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível