Animais e plantas de oceanos de clima temperado

Escrito por ticara gailliard | Traduzido por mariana pelicano
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Animais e plantas de oceanos de clima temperado
Os oceanos temperados possuem uma grande biodiversidade (Kim Steele/Photodisc/Getty Images)

Os oceanos cobrem cerca de 70% da área terrestre e a vida que lá se encontra é bem diversa. Os oceanos separados por nomes, na verdade, formam um único e grande oceano, de acordo com o site do Jardim Botânico de Missouri. A divisão deste depende da localização das águas e da temperatura. Animais e plantas de oceanos de clima temperado preferem temperaturas mais frias, ao invés das águas mais quentes dos oceanos tropicais.

Outras pessoas estão lendo

Baleia azul

A Balaenoptera musculus é tida como o maior animal na Terra. Elas podem pesar cerca de 200 toneladas quando adultas e medir de 25 a 33 metros de comprimento, de acordo com o National Geographic. Baleias-azuis vivem em todos os oceanos da Terra, se alimentando de grandes quantidades de krill para sobreviver. Apesar do nome, elas possuem uma coloração mais acinzentada. A vida média de uma baleia-azul vai de 80 a 90 anos, com casos de baleias chegando a 110 anos de idade. Ela continua sendo uma espécie em risco de extinção devido à exploração para obter seu óleo. A Comissão Internacional das Baleias colocou as baleias-azuis sob proteção em 1966, mas sua população continua reduzida.

Animais e plantas de oceanos de clima temperado
A cauda de uma baleia azul (Blue Whale fluking off Orange County California image by ADMIRAL BENBOW from Fotolia.com)

Salmão atlântico

O Salmo salar pode ser encontrado nas áreas ao norte e a leste do Oceano Atlântico. Antes de se locomoverem para os mares, o salmão atlântico vive por cerca de 2 a 3 anos nas águas frescas de rios, de acordo com o Departamento de Zoologia Animal e Diversidade da Universidade de Michigan. Alguns salmões permanecem nas águas frescas durante toda sua vida; essa espécie costuma ser menor que os que vão para os oceanos, que pesam entre 2,5 e 10 kg. O salmão atlântico possui sombras prateadas com pontos pretos antes de seguir para o oceano. Após essa mudança de habitat, o peixe adquire uma cor muito escura, beirando o preto.

Laminariales

A Macrocystis pyrifera vive nas águas do Oceano Pacífico, perto da Califórnia e da América do Sul. De acordo com o site dos Santuários Marinhos Nacionais, as laminariales são tidas como as algas de crescimento mais rápido entre o gênero. Elas crescem cerca de 60 cm por dia, juntas no solo do oceano, formando florestas de algas onde muitas criaturas marinhas vivem.

Para que fiquem firmes na água, elas desenvolveram o que é conhecido como rizoide, semelhante às raízes das plantas terrestres. O rizoide mantém a alga no lugar, funcionando como uma âncora. O site do Jardim Botânico do Missouri possui relato de espécimes que chegam a 38 metros de comprimento. As florestas de laminariales são exploradas para extração de algina, que é usada em adesivos e produtos medicinais.

Silvetia compressa

A Silvetia compressa cresce perto de pedras, o que lhe dá seu nome usual, rockweed (alga de pedra). A Silvetia possui frondes delgadas e uma coloração entre o verde-oliva e marrom-amarelado. De acordo com o site Marine, ela é o habitat de muitas outras espécies de algas e alguns animais marinhos menores. A espécie silvetia cresce bem junta, formando tapetes. Outras rockweeds existem, incluindo a Fucus gardneri. Elas são parecidas porém são diferenciadas pelo tamanho.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível