Os antidepressivos e as interações alimentares

Escrito por alexander grouch | Traduzido por claudio silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os antidepressivos e as interações alimentares
Alimentos podem interagir com os medicamentos

Os antidepressivos são um grupo de medicamentos tomados por pessoas que sofrem de depressão, para melhorar o estado emocional. Uma vez que vários medicamentos interagem com o cérebro e corpo humano de maneiras diferentes, cada subclasse de antidepressivos pode produzir efeitos colaterais distintos. Além disso, certos antidepressivos interagem com os alimentos de diversas maneiras. Converse sobre as interações alimentares com o seu médico ou farmacêutico antes de iniciar um novo antidepressivo.

Outras pessoas estão lendo

Alimentos e os IMAOs

O inibidor da enzima monoamina oxidase (IMAO) é um tipo de antidepressivo que inibe a produção da mesma. A monoamina oxidase restringe a produção de neurotransmissores que ajudam a estabilizar o humor e aumentar a felicidade de uma pessoa. O IMAO diminui a presença da monoamina oxidase, o que resulta em níveis mais elevados do neurotransmissor.

Eles funcionam bem, mas causam uma série de efeitos colaterais, incluindo algumas interações com alimentos que podem ser mortais. A ingestão de alimentos que contenham tiramina, dopamina ou triptofano é particularmente perigosa durante o tratamento com IMAO (ou no prazo de duas semanas após sua interrupção). Os alimentos a serem evitados incluem muitos queijos, iogurte, anchovas, fígado de carne ou de frango, arenque, caviar e bananas.

Já que os IMAOs aumentam a pressão arterial, os alimentos que fazem o mesmo, a curto prazo (por exemplo, alimentos com alto teor em tiramina, dopamina ou triptofano) podem conduzir a um aumento na pressão sanguínea conhecido como crise hipertensiva. Dependendo da gravidade do pico da pressão, ela pode levar a diversas e sérias complicações de saúde, incluindo a morte.

Interação alimentar com os ISRS

O inibidor seletivo da recaptação de serotonina (ISRS) aumenta o fluxo do neurotransmissor serotonina do cérebro, o que eleva o humor. Embora não existam interações alimentares negativas conhecidas com o ISRS, alguns deles, como o Zoloft, podem causar náuseas ou azia, se tomados com o estômago vazio.

Outra possível interação alimentar peculiar dos ISRSs ocorre quando as pessoas que estão fazendo seu uso comem kiwis. Embora os dados sejam limitados, o site Healthline sugere que os níveis elevados de serotonina natural dos kiwis podem aumentar a eficácia do ISRS.

Outras interações alimentares observadas

Além das interações descritas acima, o site Corey Nahman Pharmaceutical News observa que o antidepressivo atípico Wellbutrin faz com que alguns pacientes suem profusamente depois de comer alimentos picantes. No entanto, notou-se que esse suor não representa grande problema à saúde.

O álcool interage com muitos antidepressivos, especialmente os inibidores da MAO e antidepressivos tricíclicos. Se você bebe, consulte o seu médico ou farmacêutico para verificar se é seguro continuar a beber com a classe específica de antidepressivos da qual você faz uso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível