Anuidade e renda perpétua

Escrito por renee o'farrell | Traduzido por gustavo curiel
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Anuidade e renda perpétua
Existem duas formas de obter um rendimento garantido - anuidade e renda perpétua (time of the incomes, time of the expenses. image by firsov from Fotolia.com)

Se você estiver lidando com finança pessoal ou corporativa, existem quatro possíveis formas de realizar investimentos de fluxo de caixa. O fluxo de caixa pode ser variável, tal como em retornos do mercado de ações, crescer constantemente, como um fundo de garantia, ou eles podem ser consistentes. Dentre os investimentos com retornos consistentes, existem dois tipos: anuidade e renda perpétua.

Outras pessoas estão lendo

Vida útil

A anuidade e a renda perpétua são dominantes em todas as formas de finança. Ambas lhe dão retornos regulares, previsíveis e consistentes, mas existem quatro distinções entre as anuidades e as rendas perpétuas. Primeiro e mais notavelmente, elas diferem em suas vidas úteis. Uma anuidade possui um término. Tipos deste investimento incluem anuidades tradicionais, hipotecas reversas, títulos e certificados de depósito. Para uma empresa, uma anuidade pode ser qualquer coisa, do financiamento que se estende a um cliente a um título que a empresa adquire. Em contraste, as rendas perpétuas proporcionam fluxos de caixa consistentes que nunca terminam, tal como ações corporativas de dividendos, renda de um imóvel alugado e outros investimentos do tipo.

Valor do investimento

O valor das anuidades difere imensamente do valor de uma renda perpétua. Com uma anuidade, o fluxo de caixa total que pode ser realizado é definido e, por isso, possui um valor de face. Dessa forma, quando você adquire uma anuidade, o retorno é definido claramente, de tal modo que o preço é previsível. Em contraste, as rendas perpétuas precisam ser valorizadas. O valor de uma renda perpétua é determinado pelo retorno anual do investimento dividido pelo custo anual de sua manutenção, expressado em porcentagem.

Anuidades

As anuidades, na prática, têm o benefício de permitir que uma pessoa ou empresa faça um investimento que possua um retorno previsível e preciso na data final. Isso pode ser bem útil quando se planeja uma grande despesa futura, tal como a aquisição de equipamentos ou aposentadoria, onde os ganhos são retidos no investimento, ou planejar um caminho para suplementar o rendimento por um período de tempo, como no caso de uma hipoteca reversa.

Rendas perpétuas

As rendas perpétuas são muito úteis quando você deseja gerar rendimentos extras indefinidamente. Em troca de um alto custo inicial e, ocasionalmente, um investimento pequeno e regular, como a manutenção de custos, você pode conseguir retornos garantidos, geralmente na forma de pagamentos mensais ou anuais. Aluguéis e dividendos são bons exemplos de rendas perpétuas, entretanto elas podem também ser quaisquer tipos de retorno regulares que sejam intermináveis e resultem de uma aquisição inicial. Alguns exemplos são comprar uma empresa e ter uma renda regular ou pagamento a cada ano, comprar uma anuidade que seja garantida para a vida e comprar um imóvel alugado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível