Como aprender a ler de acordo com os estágios de Piaget

Escrito por meredyth glass | Traduzido por carla yoshida
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como aprender a ler de acordo com os estágios de Piaget
Livros de quadros criam a base para as futuras habilidades de leitura (Jupiterimages/Creatas/Getty Images)

O ensino da leitura pode ser conseguido usando os três primeiros dos quatro estágios cognitivos que o psicólogo e biólogo Jean Piaget desenvolveu. Os estágios sugerem que as crianças começam pela coleta de informações sensoriais e motoras, e gradualmente organizam essas informações em pensamentos simbólicos, seguidos por pensamentos abstratos. A leitura requer tanto o entendimento do pensamento simbólico para transformar os sons em letras quanto o pensamento abstrato para transformar as palavras em ideias. O quarto estágio, o de operações formais, começa em torno dos 12 anos e é responsável pelo estilo do pensamento abstrato quando adulto, quando é requerido o entendimento além da leitura.

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Estágio sensório-motor (nascimento a 2 anos)

  1. 1

    Dê livros macios e de papel duro que o bebê possa morder e manipular para introduzir a ideia de que ler é importante. Os bebês usam as experiências sensoriais e motoras nesse estágio para construir a base do conhecimento.

  2. 2

    Leia os livros favoritos do seu bebê muitas vezes. As inúmeras leituras ensinam os bebês a reconhecer os padrões de discurso necessários para o entendimento do texto e facilitam a tarefa do estágio de ensinar como prolongar as coisas agradáveis.

  3. 3

    Destaque detalhes interessantes nos livros que você está lendo. Isso ensina a associação de palavras com as figuras. Isso também ensina ao bebê como organizar a informação sensorial de forma a focar nos elementos mais importantes da história, que é o mais importante para a compreensão.

    Estágio pré-operacional (2 a 7 anos)

  1. 1

    Continue a ler frequentemente e leia as histórias favoritas muitas vezes. Uma criança nesse estágio está começando a entender sobre passado e futuro, mas precisa de várias repetições de histórias familiares para entender a sequência dos fatos.

  2. 2

    Faça perguntas sobre os finais das histórias. Ajude a criança a desenvolver a habilidade de mudar a perspectiva e o entendimento do ponto de vista dos personagens. Uma perspectiva egocêntrica é uma característica do estágio pré-operacional. A habilidade de mudar as perspectivas é necessária para uma boa compreensão da leitura, já que permite aos leitores entender os personagens e o enredo.

  3. 3

    Responda ao desenvolvimento da compreensão da criança do pensamento simbólico com atividades de pré-leitura. Introduza letras e números. À medida que as crianças começam a perceber que palavras são símbolos para ideias, destaque palavras do meio ambiente como "pare" e associe-as à ação.

  4. 4

    Reforce o desenvolvimento do início do pensamento lógico. Introduza as sequências da história e a organização do livro. Tarefas antes da leitura incluem a ideia de que letras maiúsculas e minúsculas têm a mesma fonética, e que diferentes letras não implicam diferentes significados.

    Operações concretas (7 a 12 anos)

  1. 1

    Considere que o pensamento lógico e o abstrato são tarefas de desenvolvimento característico para essa etapa. Essas habilidades cognitivas formam a base de uma leitura com compreensão. Construa as habilidades fonéticas durante o estágio pré-operacional para ensinar uma leitura independente.

  2. 2

    Use discussões em sala de aula para reforçar as habilidades de leitura emergentes. Use discussões para explorar as tarefas piagetianas de aprendizado para entender conceitos abstratos por meio da leitura. Encoraje os alunos a usar suas habilidade sequenciais emergentes para prever o que acontecerá depois que a história acabar. Faça com que eles compartilhem suas ideias nas discussões para ampliar a compreensão e o raciocínio abstrato.

  3. 3

    Tente representações dramáticas para enfatizar as habilidades de empatia emergente e a compreensão da leitura. Representações são especialmente úteis para os alunos que têm dificuldades em mudar a perspectiva, habilidade que é requerida para entender caracterizações mais complexas na literatura. Considere as representações para aqueles alunos que decodificam bem, mas que estão na fase inicial do estágio operacional concreto. Algumas vezes, esses alunos terão dificuldade na compreensão, apesar de possuir fortes habilidades de decodificação, pois eles ainda não têm a habilidade de dominar a mudança de perspectiva.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível