Aranhas Venenosas na Grã-Bretanha

Escrito por debopriya bose | Traduzido por ana paula muniz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Aranhas Venenosas na Grã-Bretanha
A tecedeira-vespa é uma das mais venenosas na Grã-betanha (a wasp spider image by Henryk Dybka from Fotolia.com)

As aranhas são criaturas de oito patas que pertencem à classe Aracnídea. Mesmo que para muitos de nós elas pareçam assustadoras, na realidade poucas são as que oferecem riscos sérios aos seres humanos. A Grã-Bretanha tem sua porção de aranhas venenosas; algumas delas são nativas. A importação de produtos tem sido o meio principal da introdução de aranhas venenosas não-nativas na Grã-Bretanha.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

De acordo com o relatório de 2010 do Museu de História Natural de Londres, estas são espécies comuns de aranhas venenosas na Grã-Bretanha:

  1. Aranha woodlouse
  2. Aranha Tubo-de-Funil
  3. Falsa-Viúva-Negra
  4. Tecedeira-sombria
  5. Aranha-cribelada-feroz
  6. Aranhuço
  7. Aranha-lobo
  8. Aranha-das-pedras
  9. Aranha-cribelada
  10. Aranha-rato
  11. Aranha-nômade-das-cascas
  12. Aranha-de-Jardim
  13. Aranha-da-fortuna
  14. Tecedeira-vespa
Aranhas Venenosas na Grã-Bretanha
A aranha tecedeira-sombria é uma das espécies de aranhas venenosas mais comum na Grã-Betanha (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

Novas espécies

O museu também possui registros de picadas de espécies não-nativas, incluindo as da viúva-negra, da aranha-amarela e da aranha-caçadora, no qual foram introduzidas na Grã-Bretanha através da importação de frutas. Contudo,é do solo de terras estrangeiras que estas novas espécies se utilizam para se espreitar na Inglaterra, de acordo com Matt Shardlow, diretor da Buglife, uma organização beneficente no Reino Unido que trabalha na preservação de insetos, aranhas e minhocas.

Aranhas Venenosas na Grã-Bretanha
A viúva-negra e aranha amarela foram introduzidas no país através da importação de frutas (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Tendências Recentes

Espécies não nativas tem invadido a Grã-Bretanha por anos. Estas espécies estrangeiras de aracnídeos normalmente não resistiriam aos invernos severos do país ou seriam encontradas apenas em pequenas áreas. No entanto, “Nosso aquecimento climático ascendente tem começado a beneficiar muito mais as aranhas”, disse Stuart Hine do Museu de História Natural em 2008. Estas novas espécies não apenas prosperam durante o ano, mas graças ao aquecimento global, elas também começaram a se espalhar por todo o país, estabelecendo colônias.

Aranhas Venenosas na Grã-Bretanha
O nosso clima está cada vez mais beneficiando as aranhas (John Foxx/Stockbyte/Getty Images)

Os efeitos das picadas de aranha

Os sintomas mais comuns de picadas de aranhas venenosas na Grã-Bretanha são inchaço e vermelhidão da pele. Estes sintomas podem levar de algumas horas a seis dias para desaparecer. A picada é parecida com uma dor que pode ser como a de uma leve alfinetada ou aguda como uma ferroada de abelha.

Aranhas Venenosas na Grã-Bretanha
O sintomas mais comuns são inchaço e vermelhidão na pele (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Equívocos

Até mesmo a picada de uma das mais venenosas das aranhas não causam a morte de uma pessoa. Na realidade, apenas 0,5% por cento das aranhas do mundo tem presas que conseguem perfurar a pele humana. Destas, pouquíssimas possuem um veneno suficientemente potente para matar uma pessoa. Infelizmente, aranhas são culpadas frequentemente por picadas de outros insetos.

Aranhas Venenosas na Grã-Bretanha
Apenas 0,5% por cento das aranhas do mundo possuem presas que conseguem perfurar a pele humana (Baerbel Schmidt/Photodisc/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível