Como armazenar ostras frescas

Escrito por mallory ferland | Traduzido por fatima mesquita
Como armazenar ostras frescas
As ostras devem ser consumidas o quanto antes (Santy Gibson/Leaf Group)

Há vários riscos associados ao armazenamento de ostras e mariscos, afinal de contas, eles são comidos crus. Mas, se a ostra foi colhida de modo adequado em águas aprovadas, tudo o que você precisa fazer é mantê-las em baixa temperatura, evitando ainda a demora em apreciá-las. A ostra mantida na concha deve ser guardada de modo diferente da ostra que é retirada do seu estojo. E é preciso ainda tomar certas precauções para evitar problemas digestivos.

Instruções

    Armazenamento de ostra vida na concha

  1. 1

    As ostras ainda na concha podem ficar guardadas por mais tempo que as já retiradas. Por isso, se você tem o equipamento certo para a retirada e sente que pode fazê-lo, opte sempre pela compra do produto fresco na concha. Para manter as ostras vivas, elas precisam ficar em um ambiente onde possam respirar. Portanto, nunca use contêineres hermeticamente fechados.

    Coloque as ostras com a parte mais achatada para cima e um tabuleiro ou forma grande e cubra-as com um pano ou toalha de papel úmido. Não as guarde em água gelada, pois elas morrerão. Mantenha as ostras na geladeira sob uma temperatura entre 2 a 4 ºC. Acima ou abaixo destes números, é certo que elas não sobreviverão. Se você mesmo as retirou do mar, garanta que elas estejam no refrigerador em um período inferior a 1 hora e meia após a recolha (também é importante ter certeza de estar recolhendo ostras de águas limpas e seguras; cheque com as autoridades locais sobre os níveis de poluição das águas e se há leis que permitem a retirada ou não). Consuma as ostras vivas 1 ou 2 dias após a retirada, para obter os melhores resultados, mas saiba que, se mantidas sob condições adequadas, elas se manterão apropriadas para o consumo por uma semana. Jogue fora qualquer ostra morta durante o período de armazenamento, pois ela estará tomada por bactérias perigosas e não deve ser consumida, mesmo após cozimento. Para saber se a ostra está morta, basta bater na concha (com uma faca ou um objeto sólido). A ostra viva se retrairá e fechará com força a concha. Se ela não fizer nada é porque está morta. Se a concha estiver bem fechada antes mesmo de você bater nela, há chances também de que ela esteja morta. Nesse caso, preste atenção ao som: se ele for oco, é porque ela não está viva (compare com o som de outras ostras vivas).

  2. 2

    O armazenamento de ostras já retiradas das conchas difere porque, neste caso, quanto mais frio... melhor! Coloque o termostato do refrigerador em torno de 1 ºC em um contêiner hermeticamente fechado ou em uma tigela com tampa. O produto se manterá adequado por 4 a 5 dias nestas condições. Se você comprou as ostras em uma embalagem, siga sempre a data de validade.

  3. 3

    Congelar ostras já fora da concha aumenta o tempo de estocagem possível. Mas congele apenas produtos de alta qualidade e nunca o faça com ostras que não estejam vivas ou que estejam ainda na concha. Para congelar, coloque o produto em um contêiner apropriado para o freezer e mantenha-o em um ambiente a, no mínimo, -17 ºC para garantir que a ostra não estrague. Na hora de utilizá-lo, descongele na geladeira por uma noite e nunca à temperatura ambiente nem na pia.