O que é artrite reumatoide soronegativa?

Escrito por angela tague Google | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é artrite reumatoide soronegativa?
Pequenas tarefas, como pressionar botões, podem ser difíceis durante uma crise de artrite reumatóide soronegativa

Diagnosticar a artrite reumatoide envolve uma série de exames laboratoriais e uma avaliação física dos sintomas. Os testes para o fator reumatoide são um caminho comum para ajudar a diagnosticar a doença, no entanto, alguns pacientes podem apresentar um resultado negativo embora apresentem os sintomas. De acordo com o site da Arthritis Foundation, os pacientes que não têm o fator reumatoide no sangue podem ser diagnosticados com o tipo soronegativo da doença. É possível fazer um diagnóstico da doença com base nos exames laboratoriais, raios-x, teste de velocidade de hemossedimentação, hemograma, anticorpos antinucleares e proteína C-reativa apesar de um resultado de fator reumatoide negativo.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

A realização de uma bateria de testes é comum para poder chegar a um diagnóstico de artrite reumatoide. Os pacientes com o tipo soronegativo da doença apresentam um resultado negativo para o teste de fator reumatoide. De acordo com a Arthritis Foundation, 70 a 80% dos pacientes com um resultado positivo para o fator reumatoide desenvolverão a doença. Uma pessoa com esse anticorpo no sangue e um diagnóstico de artrite reumatoide é denominada seropositiva para a doença, mas quando não há a presença do anticorpo, mas existe o diagnóstico de artrite, ela é denominada soronegativa.

Efeitos

Articulações inchadas e sensíveis, sintomas gripais, dor muscular, rigidez na parte da manhã e uma amplitude de movimentos limitados são efeitos colaterais comuns da artrite reumatoide soronegativa. Sentir-se fraco, cansado e uma rigidez generalizada no corpo é comum. Depois de um tempo de descanso, ou pela manhã após uma noite inteira de sono, a artrite reumatoide soronegativa tende a ficar aguda, causando dor e limitação de articulações como os os pulsos, costas e tornozelos. O aparecimentos de nódulos reumatoides é comum em um quinto dos pacientes e, sob a pele, pequenos pedaços de tecido podem se formar.

Desafios

A artrite reumatoide soronegativa pode ser difícil de ser controlada. Os exames para o fator reumatoide no sangue permitem ao médico saber até que ponto a doença progrediu e qual seu nível de gravidade. Um valor mais elevado indica uma condição mais grave. Pacientes soronegativos são incapazes de acompanhar o progresso de sua condição com o exame, pois o anticorpo está ausente no sangue.

Importância

É obrigatório para os pacientes soronegativos observar e documentar os períodos de surtos. Manter um calendário desses eventos fornecerá ao médico informações sobre a condição que pode passar por períodos de remissão. Calcular a gravidade e a frequência das crises ajudará o médico a determinar se a doença está se agravando, já que o anticorpo não pode ser detectado com sucesso no exame.

Tratamento

Conforme a Arthritis Foundation, o tratamento da artrite reumatoide soronegativa visa aliviar a dor, reduzir a inflamação e abrandar o dano nas articulações. Os medicamentos comuns incluem anti-inflamatórios, analgésicos, drogas antirreumáticas modificadoras da doença e modificadores da resposta biológica. As complicações decorrentes dos casos graves de artrite reumatoide soronegativa podem levar a vários tipos de cirurgias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível