Assédio moral e verbal no trabalho

Escrito por sophia cross | Traduzido por wanderson andrade
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Assédio moral e verbal no trabalho
Assédio moral e verbal pode acontecer a qualquer um no trabalho (professional woman image by nutech21 from Fotolia.com)

Os seres humanos são seres emocionais. Como tal, pode ser difícil manter a compostura em momentos de estresse, mesmo no trabalho. Os assédios moral e verbal no local de trabalho são muitas vezes sutis e difíceis de detectar. No entanto, esses tipos de rebaixamento continuam a permear o ambiente de trabalho, mesmo sob as melhores supervisões. O assédio de qualquer tipo é uma forma de discriminação e deve ser evitado para manter um ambiente de trabalho profissional.

Outras pessoas estão lendo

Assédio moral

O assédio moral tende a enfraquecer sua independência de pensamento pela manipulação através de palavras e ações. Isto inclui o discurso persuasivo e táticas de intimidação. A coerção moral usa táticas de intimidação, humilhação intensa ou perda de privilégios para limitar a capacidade da vítima de tomar decisões. Por exemplo, um supervisor que propositadamente dá a um empregado instruções conflitantes e, em seguida, o humilha na presença de seus colegas de trabalho está usando o assédio moral para ganhar controle sobre ele. O assédio moral é mais sutil do que o assédio verbal, visto que o assediador pode parecer simpático e solidário.

Assédio verbal

O assédio verbal é a fala indesejada dirigida à vítima. O discurso pode ou não ser de natureza sexual. O agressor verbal usa repetidamente o discurso ofensivo e degradante, o que afeta mentalmente a vítima. O problema na definição e resolução de assédio verbal é que às vezes entra em conflito com a liberdade de expressão. Provar o caso de perseguição é muito difícil, já que testemunhas são necessárias para se ter um processo contínuo. O assédio verbal pode incluir ações não vocais, como assoviar quando uma colega de trabalho do sexo feminino passa. Se a administração não faz nada para resolver o assédio verbal, a vítima pode se sentir constrangida e tornar-se emocionalmente e mentalmente esgotada. Outras formas de assédio verbal incluem espalhar fofocas, ameaçar a vítima e xingamentos.

O que não é assédio

Provocação bem-humorada pode ser confundida com o assédio, mas de acordo com a Comissão Federal de Comunicações, ela não se encaixa no perfil. Nem um incidente que aconteceu uma vez só, nem uma observação improvisada são considerados assédio. Se alguém em seu escritório se envolve em uma conversa casual e diz algo ofensivo, é preciso considerar as circunstâncias. Pode ter sido apenas um descuido da pessoa que escolheu mal as palavras. O assédio é caracterizado se for recorrente e tão grave que se torna um sério prejuízo para a produtividade da vítima e bem-estar emocional.

Agir

Se você é vítima de assédio moral ou verbal, mantenha registros meticulosos de cada evento. Anote os nomes das testemunhas, as circunstâncias e as palavras exatas e ações por parte do assediador. Não faça ameaças ou fofocas sobre o seu agressor. Em vez disso, construa a sua evidência e apresente à administração. Seu gerente deve investigar o assunto e formular uma solução viável. Esteja atento e ouça, caso você tenha um empregado que traz uma queixa de assédio verbal ou moral. O acusador está em um estado emocional elevado e vai se sentir mais calmo ao falar com um supervisor, que permanece sereno e simpático. Leve a queixa a sério, documente e investigue tudo. Mantenha a denúncia e a investigação confidenciais. Se assim fizer, irá proteger todas as partes envolvidas, evitando boatos e tomada de partido. Logo que você tenha realizado as entrevistas e a análise de todas as provas para certificar-se de que o assédio moral ou verbal ocorreu, puna o culpado em conformidade. Punição inclui suspensão, treinamento de sensibilidade, aconselhamento ou um aviso emitido para o culpado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível