Assistência de enfermagem a um bebê com traqueostomia

Escrito por brenda thamm | Traduzido por débora sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Assistência de enfermagem a um bebê com traqueostomia
Forneça ao bebê com traqueostomia uma assitência adequada (Ryan McVay/Digital Vision/Getty Images)

Cuidar de uma criança com traqueostomia pode ser assustador e reconfortante. Por um lado, há um acesso aberto à traqueia, levando a possibilidade de aspiração de secreções aumentadas ou objetos estranhos. Por outro lado, na maioria dos casos, você tem um canal de ventilação confiável. A boa notícia é que, com assistência de enfermagem adequada da criança com traqueostomia, o resultado é um bebê seguro e estável.

Outras pessoas estão lendo

Protegendo o canal de ventilação

Brinquedos e equipamentos que são ou possuem peças pequenas devem ser guardadas longe do berço do bebê para prevenir que qualquer coisa entre na abertura da traqueostomia. O clima deve ser moderado. Temperaturas extremas podem irritar os pulmões de uma criança com traqueostomia, já que o ar não é aquecido e umedecido nos canais de ventilação superiores primeiro. (No ambiente hospitalar, isso normalmente não é um problema).

Uma umidade adequada é essencial e um borrifo adicional deve muitas vezes ser fornecido para manter as secreções soltas. Mantenha o local livre de roupas folgadas e a cabeça posicionada para uma permeabilidade ideal do canal de ventilação. Em qualquer posição, a não ser que alguém esteja segurando o bebê, um monitor eletrônico deve ser utilizado. A menos que a traqueostomia for nova ou a criança estiver sendo alimentada, desligue o monitor quando o enfermeiro familiar principal estiver segurando o bebê de modo a não sabotar a sua confiança (utilizando julgamento de enfermagem, é claro).

Se o bebê for alimentado com leite materno ou mamadeira, um pedaço de tecido respirável deve ser colocado sobre a traqueostomia para evitar a entrada de leite. Uma limpeza no tubo deve ser feita de 20 a 30 minutos antes e depois da alimentação. Ela pode induzir o vômito. Uma nova instalação idêntica deve estar sempre na cabeceira da cama ou perto o suficiente para estar imediatamente disponível.

Limpando o local da traqueostomia

Limpe o local da traqueostomia diariamente. Limpe-o duas vezes se ele parecer irritado. Os laços também devem ser trocados uma vez por dia, ou mais frequentemente se estiverem sujos. O cuidado diário previne lesões na pele e obstrução do tubo. A University of Kentucky Health Information Library recomenda o uso de água oxigenada de volume médio, sabão neutro e água para limpar o local. Verifique a política das instalações e as recomendações dos procedimentos.

Se o tubo tiver uma cânula interna, ela pode ser removida e colocada num recipiente com água oxigenada de volume médio enquanto a pele é limpa. Um local limpo e saudável deve ser lavado com água e sabão neutro e secado completamente. Se o local estiver irritado, entupido ou com mau aspecto, utilize água oxigenada média e cotonetes. A cânula interna, se presente, deve ser lavada utilizando um escovilhão para esfregar o interior. Um novo escovilhão é utilizado para secar o interior da cânula. Uma segunda pessoa deve estar disponível para estabilizar o tubo enquanto os laços são trocados. Os laços ou velcros devem estar apertados o suficiente para que o seu dedo mindinho possa simplesmente deslizar sob os laços.

Se o tubo sair acidentalmente

Se o tubo da traqueostomia da criança sair enquanto estiver limpando ou trocando, não entre em pânico. Mesmo se ele sair completamente, o buraco não se fechará. Peça ajuda e substitua o tubo. Se ele apenas deslizou para fora, veja se consegue colocá-lo para dentro novamente. Se ele saiu completamente, utilize o tubo novo pronto para substituí-lo.

Se o tubo não entrar de volta, reposicione-o delicadamente e tente novamente. No ambiente doméstico, se o tubo não entrar, ligue para o 192. Apalpe o local para tentar sentir a circulação do ar. Se o bebê não estiver respirando, faça uma respiração de resgate boca-a-traqueostomia. Lembre-se de cobrir o nariz e a boca.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível