Atividades de geografia para uma lousa interativa

Escrito por irina paley | Traduzido por rita pacheco
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Atividades de geografia para uma lousa interativa
Lousa interativa (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

A lousa digital é uma versão eletrônica do quadro branco padrão, capaz de apresentar aulas dinâmicas e de conectar-se à Internet e ao computador. Ela pode ser uma ferramenta poderosa para trazer a interatividade à sala de aula. Atividades interativas oferecem inúmeros benefícios cognitivos e ajudam na visualização de conceitos abstratos, fornecendo uma dimensão cognitiva adicional. Além disso, elas são pura diversão e uma boa maneira de quebrar a monotonia de uma aula típica. Por isso, esses equipamentos são construtivos para reforçar e enriquecer o currículo.

Outras pessoas estão lendo

Arrastar e soltar Estados

Uma boa maneira de aprender a geografia do Brasil usando a lousa interativa é permitindo aos alunos arrastar e soltar os Estados na localização apropriada no mapa, criando um tipo de quebra-cabeça para eles resolverem. Você pode apresentar aos estudantes um mapa em branco de um lado do quadro e os Estados em pedaços coloridos do outro. Depois, eles podem clicar em cada um, nomeá-lo, e arrastá-lo até o local a que pertence. Se a posição estiver certa, o pedaço irá grudar no local, mas se estiver errada ele vai voltar para o outro lado da lousa. Este exercício pode ser repetido várias vezes e se transformar num jogo divertido com os alunos, fazendo um revezamento e trabalhando juntos para completar o mapa. Essa é uma boa forma de terminar uma lição sobre a geografia do Brasil, podendo ser usada também para aprender sobre a América Latina ou Europa, por exemplo.

Volta ao mundo

Uma boa maneira de ensinar as crianças sobre a geografia do mundo é permitindo que elas explorem o atlas. Você pode conseguir isso facilmente com a lousa. O aspecto digital pode até mesmo melhorar a abordagem tradicional de caneta e papel. Para começar, você pode apresentar uma grande imagem do mundo no quadro branco. As crianças podem se revezar contando à classe sobre o país para onde gostariam de viajar. Em seguida, a atividade pode continuar aumentando o zoom naquele país e dando aos alunos uma folha com os fatos sobre ele, como a capital, a língua, as grandes cidades, história, população e assim por diante. Desta forma, as crianças podem orientar a sua própria descoberta escolhendo os países que lhes interessem, mas ao mesmo tempo utilizam a estrutura de uma aula tradicional e aprendem toda a informação geográfica importante sobre as diferentes partes do mundo.

Considerações

Apesar de que esse tipo de lousa pode ser usado criativamente para qualquer assunto e em qualquer nível de ensino, as habilidades dos alunos e os objetivos da aula precisam ser considerados antes de planejar incorporá-lo no currículo. Até mesmo atividades que são aparentemente apropriadas para certa idade e currículo podem ser um desafio para alguns estudantes. Para tomar a decisão final é necessário avaliar a maturidade dos alunos e seu conforto com a tecnologia. Crianças e adolescentes que não estão familiarizados ou não se sentem confortáveis com computadores e mídias digitais enfrentam uma carga cognitiva adicional na tentativa de compreender as lições de lousas interativas. Um professor que conhece a sua turma está em melhor condição para determinar o papel que a tecnologia pode desempenhar na sala de aula. Com todos os alunos, não se esqueça de evitar colocar muito texto na lousa de uma só vez e evite o uso de sons e imagens que possam distrair. É fácil se empolgar com um meio tão interativo, mas lembre-se que o excesso de estímulos pode tirar o foco do conteúdo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível