Mais
×

Atividades infantis sobre a parábola do rico insensato

Atualizado em 01 junho, 2017

A parábola do rico insensato é contada em Lucas 12:16-21. Jesus narra o conto de um homem rico, que se pergunta o que fazer com suas colheitas abundantes. Ele decide fazer construções maiores, para guardar seus bens, mas sem perceber que morreria naquela mesma noite. A parábola é um aviso clássico contra a ganância, incentivando-nos a cuidar das nossas almas, assim como dos nossos bens materiais.

O rico insensato precisava ver mais além (money, money, money image by easaab from Fotolia.com)

O que dura?

Uma lição fundamental na parábola é que os nossos bens materiais não durarão eternamente. Discuta com as crianças uma lista das suas coisas favoritas. Permita que elas ajudem a listar esses itens no papel.

Em seguida, discuta quais dessas coisas durarão para a eternidade e afirme que os bens materiais não permanecerão, mas qualidades como o amor e a esperança, sim.

Silos

O rico insensato planejou a construção de celeiros e silos maiores, para armazenar sua riqueza. Ajude as crianças a fazerem silos de tubos de papel higiênico. Pinte-os ou cubra-os com cartolina.

Ajude-as a escreverem bênçãos em pequenos pedaços de papel. Em seguida, preencha os silos com elas (e não com "coisas").

Compartilhar vs. acumular

Discuta com as crianças as ações do rico insensato. Era errado o fato de ele ter muitas safras e uma boa colheita? (Não). Que medidas ele poderia ter tomado, ao invés de construir mais celeiros para armazenar sua riqueza? (Ele poderia ter compartilhado as suas colheitas com os outros).

As crianças podem aplicar essa lição em suas próprias vidas? (Talvez com doces ou brinquedos compartilhar vs. acumular).

Dar vs. tomar

Traga um pote de moedas para a aula e instrua as crianças a sentarem-se em um círculo. Para a primeira atividade, dê para cada uma um punhado de moedas e avise-as que elas têm um minuto para tentar pegar o maior número de moedas a mais que puderem ou tomar algumas das outras crianças (todas as moedas devem estar nas mãos delas o tempo todo). Vence aquela com o maior número de moedas.

Para a segunda atividade, elas devem dar o máximo de moedas para outras crianças em um minuto. Aquela com o menor número de moeda ganha.

Depois de participar das duas atividades, discuta com as crianças: Qual atividade preferem? Como essa atividade poderia se relacionar com suas vidas e as coisas que elas fazem? O que poderia representar as moedas? O que Jesus gostaria que fizéssemos?

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article