Mais
×

Atividades sobre o Cubismo

O Cubismo foi um dos maiores movimentos artísticos do século 20. Estudar esse movimento não apenas informa os estudantes de arte sobre o cenário e desenvolvimento que levou ao Cubismo, também ensina-os sobre a estrutura dos objetos — um passo importante no desenvolvimento do olhar de um artista. As atividades para aprender sobre o Cubismo podem falar da história do movimento, assim como as técnicas usadas em sua aplicação.

O Cubismo foi pré-figurado pelo trabalho de Paul Cézanne (Dan Kitwood/Getty Images News/Getty Images)

História do Cubismo

Os artistas Pablo Picasso e Georges Braque desenvolveram o estilo do Cubismo nas primeiras décadas do século 20; eles trabalharam para propagar as ideias do artista Paul Cézanne, que entendeu que a maioria dos objetos na natureza podem ser representados em suas formas geométricas mais essenciais. O Cubismo deu um passo a frente usando métodos como pintar muitas perspectivas em uma única imagem, brincar com as técnicas de encurtamento e fragmentação de objetos em partes geométricas. Os estudantes de arte podem aprender sobre essas e outras facetas do Cubismo, pesquisando o período, sua arte e proponentes; por exemplo, eles podem explorar as diferenças entre o Cubismo analítico e sintético, ou podem olhar com mais atenção para a vida e trabalho de Cézanne.

Recrie uma pintura cubista

Enquanto os alunos estudam a história da arte, eles são geralmente encorajados a recriar os trabalhos de artistas que admiram; exemplo da arte cubista tanto por Braque quanto por Picasso servem como modelos para essa atividade. A forma que o instrutor incorpora as lições nesse estilo de arte, dependerá no nível de habilidade dos alunos. Os iniciantes podem precisar de um retroprojetor para desenhar as partes básicas da pintura a ser estudada antes de começar a pintar; aqueles mais experientes podem desenhar à mão livre antes da pintura. Os mais avançados podem ser encarregados de pegar as lições aprendidas com os exercícios e criar uma pintura original cubista com novos assuntos.

Viagem de campo

Parte do aprendizado em história da arte é o privilégio de ver trabalhos famosos de perto. Uma viagem de campo a um museu com tais trabalhos oferece a arte visual e história da arte para os alunos entenderem melhor como os artistas cubistas trabalhavam. Se seu museu local não tiver uma exposição de artistas cubistas, uma viagem a um museu maior pode ser possível. Alguns programas de universidades, por exemplo, oferecem viagens para o exterior e falam sobre a história intelectual da área visitada; uma viagem para a Espanha ou França deixa os alunos cara a cara com as terras, arquitetura e história que influenciou o Cubismo, assim como oferece acesso aos museus como o Louvre.

Aplicações do Cubismo

Os efeitos do Cubismo foram de longo alcance, e sua influência foio sentida fora do mundo da arte. Por exemplo, os designers militares durante a Primeira Guerra Mundial usaram técnicas geométricas cubistas para criar modelos melhores de padrões de camuflagem para os tanques. Usando essas lições aprendidas do Cubismo, os alunos podem aplicar princípios cubistas para criar um objeto prático.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article