Mais
×

Atividades para transtorno de processamento sensorial

Atualizado em 18 julho, 2017

O Transtorno de Processamento Sensorial tem três categorias: hipersensibilidade, hipossensibilidade e impulsividade. A criança hipersensível tem uma sensibilidade maior à luz, sons, toque e texturas, enquanto a criança hipossensível não responde à estimulação sensorial. A criança impulsiva procura sensações, o que muitas vezes leva à falta de consciência do corpo e espaço. Todos esses três transtornos de processamento sensorial afetam o comportamento de crianças nas salas em pré-escolas, limitando o seu desenvolvimento social e emocional. Os professores e terapeutas ocupacionais podem usar atividades sensoriais para ajudar essas crianças a terem um melhor desenvolvimento em sala de aula.

Seja sensível aos distúrbios sensoriais de crianças (Thomas Northcut/Stockbyte/Getty Images)

Atividades de pressão

Para crianças hipersensíveis, o toque leve as afeta negativamente, por isso eles procuram pressão firme. Você pode envolvê-los firmemente na hora de dormir ou até mesmo oferecer um cobertor pesado. Durante o dia, eles podem se sentir confortáveis usando bandagens enroladas em seus braços ou pernas. Forneça às crianças hipossensíveis e impulsivas materiais que proporcionem sensações, como lixas ou plásticos-bolha.

Atividades de som

As crianças com hipersensibilidade precisam de espaços relaxantes e tranquilos para que possam se retirar ao longo do dia. Considere suas necessidades sensoriais ao escolher músicas para tocar ou cantar em sala de aula, encontre tons que não sejam desagradáveis para elas. Aumente gradualmente a intensidade para aliviar suas reações. Pratique fazer sons com as crianças hipossensíveis e impulsivas, indo dos altos para baixos e rápidos para lentos.

Atividades de controle motor

As crianças com transtornos de processamento sensorial precisam trabalhar no desenvolvimento de controle motor fino e grosso. Forneça-lhes trabalho com as mãos, como brincar com massinha, estourar plástico-bolha ou amarrando colares. Se elas resistirem a uma atividade devido a uma certa textura, dê-lhes oportunidades graduais para se sentirem confortáveis com a mesma. Para melhorar o equilíbrio e controle motor grosso, atividades como se balançar, chutar uma bola ou correr em grandes espaços são boas. Pratique andando devagar e rápido em uma faixa estreita com crianças impulsivas para ajudá-los a obter controle e reconhecer o espaço pessoal.

O ambiente

Considere as limitações sensoriais das crianças ao criar elementos de sua sala de aula. Tente usar luzes suaves e cortinas nas janelas para as crianças hipersensíveis e escolha os tapetes e mobília com texturas suaves e macias. Proporcione uma sala de aula com amplo espaço para as crianças impulsivas moverem-se livremente. Quando os alunos estiverem na hora do círculo ou na mesa de almoço, dê-lhes espaço suficiente para não sobrecarregar os alunos hipersensíveis.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article