Como atravessar o Atlântico em um avião particular

Escrito por heather broeker | Traduzido por william ferreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como atravessar o Atlântico em um avião particular
Cruze o Atlântico em um jatinho particular (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Imagine viajar em um voo transatlântico sem usar um avião comercial. Não haveria seguranças de aeroporto para confrontar e nem espera na pista por longos períodos. Você poderia voar com conforto e lazer, de acordo com a sua agenda. Caso você pense que cruzar o Atlântico em um avião privado é apenas para os ricos, a verdade é que os voos particulares estão se tornando uma opção para mais e mais viajantes nos dias de hoje.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Faça o logon em um site como o "CharterFlight Finder" (localizador de voo particular) "charterflightfinder.com" ou "Air Charter Service" (serviço de jato privado) "aircharter.com.br". Esses sites permitem que você encontre e reserve voos privados, insira informações sobre o seu ponto de partida e de destino e os dias e horários em que deseja voar.

  2. 2

    Compare, cuidadosamente, tanto os preços quanto as características dos jatos disponíveis para determinar qual empresa melhor atenderá às suas necessidades e oferecerá um bom valor.

  3. 3

    Ligue para a empresa de jato particular escolhida, para reservar os seus voos com partida e retorno. Lembre-se de que se você está aberto para voar em qualquer dia da semana e a qualquer hora do dia, você pode conseguir bons descontos.

  4. 4

    Chegue ao aeroporto pelo menos meia hora antes de seu horário de partida. E não se preocupe sobre a bagagem: pode-se levar quase tudo o que quiser, dentro do possível, a bordo de um jato particular.

Dicas & Advertências

  • Você pode economizar dinheiro se estiver disposto a cruzar o Atlântico com estranhos.
  • Também é possível reservar um jato particular para a duração da sua viagem além do Atlântico, ou seja, se estiver viajando de Nova York para a Europa, por exemplo, você poderia ter um avião particular para voar em vários países da Europa antes de voltar para Nova York. Você pode contratar sua própria tripulação para atender às suas necessidades e desejos durante todo o tempo.
  • Acesse o site da "ANAC" (Agência Nacional de Aviação Civil), ou sites de defesa do consumidor, para examinar o histórico de segurança de uma companhia aérea privada antes de voar com essa empresa. Verifique se eles têm quaisquer violações de segurança. Por exemplo, certifique-se de que a companhia aérea privada não tenha sido apontada por não levar um bote salva-vidas, como exige a lei que rege voos transatlânticos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível