Como fazer um autorretrato no estilo do Cubismo de Picasso

Escrito por rochelle leggett | Traduzido por pedro martins
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer um autorretrato no estilo do Cubismo de Picasso
Objetos redondos ganham mais ênfase em uma pintura cubista (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Pablo Picasso é um dos artistas mais conhecidos da história, e é frequentemente associado ao movimento artístico que ajudou a criar: o Cubismo. O Cubismo rejeita as ideias dos movimentos artísticos que o antecederam, como a representação realista do sujeito e a perspectiva. Ao invés disso, os cubistas pintam utilizando múltiplos, às vezes impossíveis, ângulos para observar um objeto. Imitar esse estilo em um autorretrato pode ser desafiador, pois consiste em empregar múltiplas perspectivas e requer um retrato abstrato de você mesmo.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Papel
  • Lápis
  • Tela
  • Régua
  • Tinta
  • Pincéis
  • Paleta
  • Espátula

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Estude a arte cubista. Se possível, visite um museu que abrigue a arte cubista de Picasso ou a arte de outros artistas cubistas, como Georges Braque. Tornar-se familiarizado com o estilo é a melhor maneira de imitá-lo. Além disso, tente encontrar um retrato cubista de que você goste e use-o como referência para sua imitação.

  2. 2

    Desenhe um rascunho do seu retrato em um pedaço de papel. Evite imitar exatamente o que você vê. Ao invés disso, imite as formas em geral ou mesmo suas impressões sobre as formas. Desmembre a forma do seu rosto em formas angulares e tridimensionais. Por exemplo, seu nariz pode ser um trapezoide. Evite curvas e círculos tanto quanto possível e use-os apenas para enfatizar partes da figura. As formas não precisam ser fisicamente possíveis de acordo com a realidade ou mesmo completas e acabadas. O Cubismo enfatiza o caráter plano da superfície da pintura, tanto que formas bidimensionais também são aceitas.

  3. 3

    Trace uma imagem em sua tela.

  4. 4

    Combine as cores na paleta utilizando a espátula. Pinturas cubistas costumam ser bastante monocromáticas, utilizando, principalmente, marrons, cinzas e outras cores opacas.

  5. 5

    Pinte utilizando as referências que você desenhou na tela. Compare o resultado com seu rascunho original frequentemente, e use a régua e a espátula para ajudar a criar as linhas retas geralmente encontradas na arte cubista.

Dicas & Advertências

  • Embora as obras cubistas sejam frequentemente pintados, Picasso ficou conhecido por usar praticamente qualquer meio. Qualquer tipo de tinta, bem como pastéis, lápis ou colagem são métodos aceitáveis para a imitação de uma obra cubista

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível