Avião de elástico como projeto de ciência

Escrito por tricia lobo | Traduzido por israel jeffman
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Avião de elástico como projeto de ciência
Projetos de ciência usando aviões inspiram grandes discussões sobre a energia que os move (Thomas Northcut/Photodisc/Getty Images)

Projetos de ciência são uma maneira excelente de reforçar a matéria estudada em aula, ajudando os alunos a terem maior apreço pelas aulas e a conectar a ciência à vida real. Os projetos de ciência utilizando aviões de elástico são uma maneira particularmente engenhosa para fazer os estudantes pensarem sobre os princípios da física, enquanto brincam com um brinquedo divertido.

Outras pessoas estão lendo

Construindo e voando um avião de elástico

Peça para os alunos construírem um avião de elástico simples. Eles devem recortar um isopor no formato de um avião e usar a ponta arredondada de um lápis para marcar os estabilizadores do topo do avião. Os alunos devem dobrar os estabilizadores do avião, para que tenham 90º em relação ao resto do corpo do avião, e então colar um canudo dobrável na parte inferior do avião, de maneira que se estenda aproximadamente 2 cm à frente do avião. Eles podem decolar os aviões prendendo um elástico no canudo dobrável, puxando a cauda para trás e soltando-o. Diga aos estudantes para experimentarem voar os aviões de elástico utilizando elásticos de diferentes espessuras e comprimentos, mas puxando sempre a mesma quantidade de força e mirando os aviões na mesma direção. Pergunte-os que diferenças tiveram o uso de tipos variados de elástico, quanto à distância que o avião voou.

Avião de elástico pesado

Peça para adicionarem peso a diferentes partes do avião de elástico. Por exemplo, podem anexar um prego ao nariz do avião, às asas ou aos estabilizadores do avião. Eles devem mover o avião em cada ponto e experimentar balancear o peso do avião (por exemplo, anexando um prego nas asas do avião ou ao nariz e à cauda). Pergunte-os como adicionar peso às diferentes partes do avião causou impacto no voo.

Optimizando as propriedades do avião

Peça aos alunos para fazerem aviões similares à versão elástica, para encontrar o melhor material para construir aviões. Eles podem experimentar com papel, jornais, cartolina e, sob a supervisão dos pais, materiais como madeira. Eles devem usar sempre a mesma força, com o mesmo elástico, para lançar os aviões e determinar qual o tipo de avião é capaz de voar mais longe. Peça que expliquem o que descobriram para a classe, em termos de força de arrasto e força oposta ao movimento do movimento do avião no ar.

Energia cinética e energia potencial

Explique aos seus alunos que, ao esticar o elástico para trás antes de decolar os aviões, estarão criando energia potencial. Quando soltam o elástico, a energia potencial é convertida em energia cinética ou energia de movimento. Portanto, se eles esticarem o elástico em vários graus, podem criar diferentes quantidades de energia potencial. Um elástico que quase não é puxado pode criar apenas um limitado potencial de energia. Enquanto que um puxado ao máximo terá um potencial de energia máximo. Isso é convertido em quantidades relativamente grandes de energia cinética, o que permite ao avião voar distâncias relativamente grandes. Peça aos alunos para quantificarem esse fenômeno, esticando o mesmo elástico em variados comprimentos, e para medirem a distância percorrida pelo avião. Peça que expliquem como a energia potencial e a energia cinética funcionam em aviões reais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível