Bactérias encontradas no solo

Escrito por petra wakefield | Traduzido por allisson ester de paiva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Bactérias encontradas no solo
Solos são ricos em bactérias que executam as mais diversas funções (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Arthrobacter é um gênero que abrange até 40% de todas as bactérias cultiváveis encontradas em solos. Entretanto, até 6.300 espécies de bactérias podem existir em uma única grama de solo. Bactérias são os micro-organismos mais numerosos na superfície de solos. Cientistas já cultivaram uma quantidade superior a 100 milhões de células bacteriais em uma grama de solo e estimam um número total de mais de 10 bilhões de bactérias por grama.

Outras pessoas estão lendo

Habitats

A maioria das bactérias do solo mora na rizosfera, uma zona fina de solo ao redor das raízes das plantas. As raízes adicionam matéria orgânica à rizosfera, fornecendo um ambiente rico em nutrientes para bactérias. Fora da rizosfera, as bactérias tendem a viver nos milímetros mais próximos da superfície do solo. Bactérias se apegam às superfícies das partículas de solo e habitam seus poros -- as áreas do solo preenchidas com ar e água.

Tipos

Bactérias de solo incluem todos os tipos de respiração bacterial e metabolismo. Bactérias aeróbicas precisam de oxigênio para respirar, e uma bactéria anaeróbica possui respiração anaeróbica ou de fermentação. Bactérias autotróficas metabolizam compostos inorgânicos e produzem compostos orgânicos, enquanto bactérias heterotróficas metabolizam compostos orgânicos. A maioria das bactérias de solo é quimiotrófica, que obtém energia de reações químicas. Cianobactérias, entretanto, obtêm energia da luz solar e fazem fotossíntese como plantas. Cada tipo de bactéria realiza diferentes funções no ecossistema do solo.

Funções

As bactérias executam muitos papéis na circulação de nutrientes pelo solo. No ciclo do carbono, fototróficas, como as cianobactérias, prendem o carbono ao solo na forma de compostos orgânicos e as heterotróficas consomem o carbono preso. As autotróficas participam da nitrificação -- o processo de converter amônia em nitrato, uma forma de nitrogênio que plantas podem consumir mais facilmente. Bactérias anaeróbicas chamadas de desnitrificantes convertem nitrato em gás nitrogênio. Algumas bactérias são fixadoras de nitrogênio; elas formam relações simbióticas com legumes, como ervilhas e cravo, e prendem e convertem nódulos de nitrogênio as raízes. Além do ciclo de nutrientes, as bactérias estabilizam o solo, juntando suas partículas e a matéria orgânica decomposta.

Usos

Cientistas têm produzido antibióticos usando várias espécies de bactérias do solo, incluindo Streptomyces scabies e membros do gênero Bacillus. Bacillus thuringiensis fornecem uma forma natural de inseticida; produz proteínas que paralisam o sistema digestivo de insetos. Várias cepas de B. thuringiensis trabalham contra lagartas, larvas de mosca e besouros que se alimentam de folhas. As bactérias de solo também participam na biorremediação. Em muitos casos, bactérias já presentes no solo podem decompor contaminantes, embora o processo possa ser lento. Bactérias do solo também podem ser adicionadas a outros ambientes, para limpar contaminação. Por exemplo, bactérias do gênero Pseudomonas decompõem os hidrocarbonetos de vazamentos de óleo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível