O que são barcos egípcios?

Escrito por kris helen | Traduzido por sergio mosquim junior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que são barcos egípcios?
As palavras barcos egípcios podem se referir tanto a barcos de pedra quanto a barcos usados para navegação (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Barcos egípcios podem se referir tanto a barcos de pedra quanto a barcos usados para navegação. Sabe-se que vários barcos de pedra foram criados ao longo da história do Egito antigo. Os primeiros barcos da civilização foram construídos em 2000 A.C. Barcos de pedra eram itens de luxo, feitos para os ricos pelos artesãos empregados por eles. Os barcos antigos não tinham quilha, mas sua estrutura era reforçada por pedaços de madeira que iam em todo o comprimento do barco, da popa a proa.

Outras pessoas estão lendo

Barcos de pedra

Os egípcios antigos fabricavam barcos de pedra para uso em casa e para colocar em tumbas. Os egípcios costumavam embalsamar seus mortos. Órgãos internos, por exemplo, eram colocados em tumbas ao lado do corpo embalsamado. Muitos tipos de pedras eram usadas, como o granito e a lapis lazuli, e os barcos podiam ter qualquer tamanho. Barcos comuns incluíam vasos canópicos feitos especialmente para tumbas e vários vasos para uso decorativo que possuíam pequenos gargalos e interiores feitos de pedra sólida.

Processo de fabricação

Barcos de pedra eram feitos em lojas pequenas pelas mãos de artesãos. Dentre as ferramentas utilizadas, estavam talhadeiras de metal, embora os egípcios antigos usassem, na maioria das vezes, martelos de pedra para entalhar seus barcos. Estes martelos eram pedaços de pedra mais duras do que o barco a ser fabricado. O barco era marretado continuamente até que adquirisse a forma desejada. A parte externa do barco era alisada com pequenas pedras e areia, e um polimento era aplicado com grãos de quartzo. Finalmente, os barcos eram pintados, geralmente com cores brilhantes. Quando ouro e outros materiais preciosos ficaram mais comuns, os barcos de pedra se tornavam menos populares, já que era mais fácil trabalhar com metal.

Barcos para navegação

Com o crescimento to império egípcio, crescia também seu apetite por bens e pela conquista de novas terras. Os egípcios construíram barcos para navegação com o intuito de irem a portos e fazer trocas por ébano, ouro e cobre. O faraó Sahure, que comandou o Egito de 2487 até 2475 A.C., estabeleceu o primeiro navio egípcio, que foi do Egito até o reino de Punt, local onde, atualmente, ficam a Etiópia e a Somália. Cedro foi usado para fazer os barcos e o faraó chamou a cidade antiga de Byblos para construir os navios. Byblos era uma cidade litorânea fenícia com tradição em navegação.

Barcos do Reino antigo e novo

O tempo durante o reinado do faraó Sahure é conhecido como o antigo reino. Seus barcos tinham tripulações enormes. Uma pedra redonda era usada como âncora. A capacidade de navegação era ruim. Com ventos desfavoráveis, o único modo de prosseguir era remando. A rainha Hatshepsut, que comandou o novo reino (1479 até 1457 A.C.) comandou um barco de guerra com um único mastro e 16 remos. Este tipo de modelo com uma única vela horizontal era mais manobrável e foi um sucesso na guerra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível