Todos os barcos possuem um reservatório de direção hidráulica?

Escrito por will charpentier | Traduzido por andressa gonzalez
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Todos os barcos possuem um reservatório de direção hidráulica?
A direção a cabo utiliza cabos para controlar o leme, seja através de uma manivela ou através de uma cremalheira e um pinhão (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

O reservatório hidráulico é um tanque que fornece o armazenamento do fluido no interior do sistema hidráulico. Nem todos os barcos possuem um reservatório de direção hidráulica porque nem todos eles têm direção hidráulica. Alguns possuem sistemas de direção eletrônica, outros têm "drives" (condutores), que guiam o barco, através da direção do impulso do motor, a qualquer lado que o quartel-mestre queira ir. A maioria dos barcos pequenos possui direção a cabo, uma variação nas cordas do timão encontrada em barcos a vela por centenas de anos. A direção a cabo utiliza cabos para controlar o leme, seja através de uma manivela ou através de uma cremalheira e um pinhão.

Outras pessoas estão lendo

Guiando um percurso com uma corda

Os veleiros usavam ​​cordas em um molinete bidirecional virado por um timão e ligado a uma manivela para mover seus lemes. O arranjo funcionou bem o suficiente e, ainda hoje, os lemes de muitos veleiros grandes, como o norte-americano USCGC Eagle, são virados por um timão e cordas de timão.

Cabos

A direção a cabo é semelhante ao sistema de cordas de timão. A diferença moderna é que o sistema utiliza cabos (extensões de cabo de aço, através de polias) ligados a uma manivela de alumínio montada no topo do leme. Sistemas um pouco mais complexos, que utilizam uma cremalheira e um pinhão para deslocar o leme, são semelhantes, mas não possuem um sistema hidráulico a bordo.

Fly-by-Wire (navegar por cabos)

A direção eletrônica utiliza um joystick na casa de timão, para controlar motores elétricos que movem o leme com uma caixa de engrenagem. Embora possa haver reservatórios hidráulicos em um navio com direção eletrônica, eles não estão associados ao sistema de direção. É mais provável que estejam presentes para operar turcos salva-vidas, guinchos de âncoras ou guindastes.

Z-Drive

O Z-drive é uma combinação de direção eletrônica e elétrica. Os sistemas Z-drive utilizam uma cabeça de energia, que gira em 360 graus e é o suporte para a hélice ou o propulsor, para ligar e dirigir a embarcação. O bastão (ou timão) controla o motor elétrico que muda a direção da cabeça de energia do Z-drive. Ele é usado principalmente para o acoplamento de rebocadores e pequenas embarcações militares, devido ao aumento da capacidade de manobra que dá ao navio.

Aríetes hidráulicos e lemes

Os aríetes hidráulicos, reservatórios, lemes e novamente, a manivela são, de longe, o sistema de direção mais comum em navios de grande porte, mas não significa que sejam o único sistema de direção. Se você incluir todos os navios de qualquer tamanho no Brasil, os sistemas de direção hidráulica são, provavelmente, os mais comuns.

A cana do leme

O cabo ligado diretamente ao leme é o sistema mais simples, conhecido como cana do leme. Você move o cabo e o leme e o barco vira. O cabo do leme, encontrado na maioria dos veleiros de pequeno porte, é o mais comum e não tem hidráulica e nem reservatório hidráulico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível