Por que barcos recebem nomes de mulheres?

Escrito por louise lawson | Traduzido por henry alfred bugalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Por séculos, a humanidade tem desbravado o oceano em um esforço para explorar os vastos espaços abertos do mundo. Navegar é hoje mais um passatempo que uma necessidade, apesar de muitas das velhas tradições náuticas ainda existirem. Uma das tradições mais duradouras do mar é o conceito de nomear uma embarcação. Historicamente, barcos recebem nomes de mulheres, apesar de ter sido sempre um pouco de mistério o porquê de existir essa tradição.

Outras pessoas estão lendo

História

Desde o começo da história registrada, os homens utilizam embarcações para viajar e explorar o mundo. Cada civilização tem suas próprias tradições sobre como nomear os barcos, mas eles geralmente têm nomes femininos. Apesar de não se saber exatamente por que os navios recebem nomes de figuras femininas, há duas principais teorias. Uma hipótese é que os barcos recebiam nomes de deusas e de outras figuras mitológicas e depois mudaram para nomes populares femininos quando a reverência a deuses e deusas desapareceu. A segunda principal teoria se concentra na base das línguas europeias. Várias línguas, como o alemão e o francês, têm um complexo sistema de gêneros envolvendo termos gramaticais nos quais os objetos recebem tons específicos masculinos e femininos. A língua inglesa arcaica também usava esses sistema de denominação, com muitos objetos inanimados, como barcos, sendo referidos na forma feminina. Conforme a língua inglesa se modificou e se desenvolveu, a tradição de usar a forma feminina continuou e ainda é presente hoje.

Significado

Dar um nome a uma embarcação é uma importante tradição antes do lançamento inaugural do navio. A maioria dos barcos recebe nomes de importantes figuras femininas, tanto históricas quanto de pessoas, com nomes incluindo importantes mulheres na vida do capitão. Há uma cerimônia demorada e precisa que a maioria dos capitães deve seguir para se proteger da má sorte. O nome é escolhido e pintado no navio, que parte em sua viagem inicial após a benção.

Considerações

Escolher um nome feminino para um navio deve ser feito com cuidado e apenas após longa consideração. Vários navios recebem nomes de figuras históricas, na esperança que o nome traga o navio com segurança para casa. Dar a um barco de pesca o nome de Diana, por exemplo, pode ser feito na esperança de uma boa pesca, pois Diana é considerada a Caçadora, no folclore popular. Um nome feminino é sempre escolhido pela ideia de segurança e proteção e que o mar será uma mãe e protegerá a embarcação em suas viagens, como uma mãe cuida de seus filhos.

Equívocos

Os navios não recebem necessariamente nomes de mulheres porque os homens no mar precisam estar perto de uma figura feminina. Embora isso possa ser verdadeiro para uma pequena parcela dos navios, a maioria é nomeada de acordo com as duas teorias anteriormente mencionadas. Uma complexa cerimônia deve ser seguida para se certificar de que nenhuma má sorte recairá sobre o navio. Frequentemente, é melhor deixar o nome do navio em paz que arriscar más marés que possam surgir por uma troca de nome.

Advertência

Escolher um nome apropriado para uma embarcação deve ser feito com cuidadosa consideração. Selecionar um nome que seja significativo para o dono e capitão do navio motivará a amá-lo e cuidar de seu navio como faria por quem inspirou o nome, fazendo com que a manutenção e o bom estado sejam prioridades. Apesar de navios serem frequentemente nomeados a partir de importantes figuras femininas, mulheres de fato no mar são consideradas um perigo. Historicamente, uma mulher a bordo atrai certa desgraça para o navio e sua tripulação e mesmo hoje mulheres trabalhando em embarcações são raras.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível