Barreiras psicológicas à comunicação

Escrito por calia roberts | Traduzido por luis fernando dias carvalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Barreiras psicológicas à comunicação
Defeitos da visão impedem a comunicação (vision image by timur1970 from Fotolia.com)

Uma barreira psicológica à comunicação é o resultado de um problema sensorial, seja da parte do receptor ou do emissor. Falar, ouvir e ver são fundamentais para uma comunicação eficaz. Para uma pessoa que não está apta a falar, ouvir ou ver, certas medidas devem ser tomadas para fornecer opções e métodos alternativos de comunicação, garantindo que esta seja possível.

Outras pessoas estão lendo

Deficiência auditiva

Uma barreira psicológica à comunicação é a deficiência auditiva. Distúrbios auditivos podem originar de fatores hereditários e genéticos, de anormalidades de desenvolvimento, de patologias médicas como infecções, ou de outros fatores ambientais ou traumáticos. Enquanto a perda auditiva geralmente não causa um problema de desenvolvimento mental, outras áreas como fala, linguagem, desenvolvimento social e realizações educacionais são afetadas por tal condição. Problemas auditivos atrasam as habilidades pessoais de comunicação, além de diminuírem a quantidade de comunicações eficazes com outras pessoas.

Distúrbios da fala

Distúrbios da fala são uma barreira psicológica comum à comunicação. Eles incluem diferentes tipos, como gagueira, apraxia e disartria. A gagueira atrapalha a fluência de comunicação por meio de repetições e sons prolongados em partes de palavras ou em palavras inteiras.

A apraxia de fala ocorre devido a um dano à parte do cérebro responsável pela fala. Esta patologia faz com que a pessoa perca a habilidade de formar sílabas e palavras com sons. A gravidade da condição depende da extensão do dano cerebral.

Outro transtorno motor de fala é a disartria, doença em que os músculos da face, da boca e o sistema respiratório são frágeis e não funcionam em plena capacidade. Ela pode ser causada por danos e distúrbios como distrofia muscular, derrame, dano encefálico ou paralisia cerebral. Para uma pessoa inapta a falar de forma clara e compreensível, a comunicação irá sucumbir rapidamente.

Deficiência visual

Deficiência visual é também uma barreira psicológica à comunicação. O nível da deficiência é diferente para cada indivíduo. Perda de visão pode não culminar em total cegueira, mas em visão de túnel, pontos cegos, borrões, sensibilidade a brilho intenso ou luzes claras e dificuldade em perceber detalhes. Independente de seu nível, a deficiência visual limita enormemente a comunicação de uma pessoa de várias formas. Alguém com deficiência visual não está apto a ver expressões faciais de humor sugestivas e linguagem corporal, não poderá ver com quem está conversando, pode não entender o que está sendo falado em situações dúbias e pode achar a compreensão de conversas difícil e confusa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível