Em que se baseiam as economias tradicionais?

Escrito por kevin watson Google | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Em que se baseiam as economias tradicionais?
Nas economias tradicionais, as pessoas mantêm costumes e habilidades antigas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Uma economia tradicional pode parecer fora de lugar no mundo moderno. Ela se apoia em práticas históricas passadas de geração para geração sem alterações. Isso parece estar em desvantagem com as economias de mercado dos países desenvolvidos, nas quais as pessoas buscam mudanças, progresso e riqueza. Ainda assim, existem economias tradicionais em regiões como o Círculo Ártico ou comunidades fechadas como os Amish.

Outras pessoas estão lendo

Sobrevivência

Existe um número de princípios que conforma a base das economias tradicionais. A primeira delas é a sobrevivência. As pessoas que vivem em áreas rurais pobres, desérticas ou geladas do mundo têm a necessidade de encontrar comida, roupa e abrigo para permanecerem vivas. Muitos habitantes dos países com economias de mercado não sentem tanto essas prioridades, pois os trabalhos cobrem não só as necessidades básicas da vida, mas também os luxos.

Costumes

As economias tradicionais têm uma longa história de sobrevivência. Através dos séculos, as pessoas que vivem nelas desenvolveram meios para viver que se tornaram costumes. Por exemplo, os Inuit do norte do Canadá costumam compartilhar a comida de uma expedição de caça ou pesca. Dessa forma, sem importar quem fez mais sucesso, todos recebem uma parte combinada na distribuição do alimento.

Habilidades

Em uma economia tradicional, as pessoas não compram roupa, comida e outros elementos em uma loja. Na maioria dos casos, eles devem satisfazer as necessidades por conta própria. Isso requer saber caçar, cultivar comida, cozinhar e fazer roupa. Dentro da economia, as pessoas dividem as habilidades de acordo com a tradição. Os homens e mulheres possuem papéis e habilidades diferenciados que se combinam para ajudar a uma família ou comunidade a sobreviver.

Troca e autossuficiência

As economias tradicionais não usam notas e moedas. Em vez disso, o comércio é baseado na troca de bens com os outros. A troca e permuta é o método mais conhecido de se obter bens e serviços. Como ela está muito bem estabelecida, as economias tradicionais são geralmente autossuficientes, não sendo necessário que procurem coisas fora de cada comunidade.

Comunidades

Tais comunidades são uma parte intrínseca das economias tradicionais. As pessoas que vivem nelas raramente saem ou entram. Os adultos ensinam às crianças os costumes e habilidades necessários para a sobrevivência. Todos assumem que as filhas aprenderão das mães e os filhos, dos pais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível