Mais
×

Os BBBs mais amados de todas as temporadas

Dê uma espiadinha na lista dos BBBs mais amados de todos os tempos
TV Globo

Introdução

A cada edição do Big Brother Brasil os fãs do programa ficam ansiosos para conhecer os rostos, manias e personalidades que vão dominar suas TVs todas as noites (ou dias, para assinantes do pay-per-view) durante três meses. No entanto, alguns desses personagens têm tanto carisma que acabaram se tornando queridinhos do público - e até mesmo de Pedro Bial, apresentador da atração. Dê umas espiadinha na lista dos BBBs mais amados de todos os tempos. Seu preferido está nessa relação?

Bambam foi o vencedor da primeira edição do BBB
TV Globo/João Cotta

Kléber Bambam

Kléber de Paula Pedra, mais conhecido como Kléber Bambam, não foi apenas o campeão da primeira temporada do programa. Ele é também um dos BBBs mais queridos de todos os tempos. Dentro da casa, o então dançarino de axé se envolveu com a bailarina Cristiane Souza Dantas, com quem teve momentos picantes. Com seu jeito meio bronco, brigou bastante, mas conquistou o coração do Brasil quando sua boneca Maria Eugênia, feita de material reciclável, desapareceu da casa. Aos prantos, o brother pediu para que a produção devolvesse o brinquedo. Bambam acabou vencendo o programa. Em 2013, ele voltou à casa mais vigiada do Brasil, mas não suportou a pressão e pediu para deixar o confinamento.

Sabrina Sato se envolveu com o campeão do BBB 3
Globo/Zé Paulo Cardeal

Sabrina Sato

Sabrina Sato pode não ter chegado à final do BBB 3, mas a moça com jeito de moleca agradou bastante ao público do reality show. A bailarina, de ascendência libanesa, japonesa e suíça, chamou a atenção pelos longos cabelos pretos e o belo corpo, sempre vestido com modelitos bem curtos. Durante o programa, a moça começou um relacionamento com Dhomini Ferreira, que foi o vencedor da edição. A relação do casal era repleta de bom humor e rendia sempre bons momentos. A bailarina pode não ter vencido o BBB, mas depois foi contratada pelo programa Pânico. A bela permaneceu na atração até 2013. Em 2014, mudou de emissora, tornando-se contratada da Rede Record.

Solange fez sucesso com sua versão de "We are te world"
TV Globo / Jaq Joner

Solange Vega

A frentista Solange Vega conquistou o Brasil com seu jeito simples e humilde. A morena não tinha papas na língua e cometia diversas gafes falando palavras erradas. Em uma briga com a participante Marcela Queiroz, a sister concluiu o bate-boca com a expressão que virou um clássico: "A vida é minha, o pobrema (sic) é meu!". A participação de Solange também foi marcada pela versão que ela criou da música "We are the World", escrita por Michael Jackson e Lionel Richie. Durante uma prova de resistência, a moça cantou diversas vezes a canção em um "inglês" rocambolesco: o refrão da música virou algo como "Iarnuô, Iarno silvê". Depois do reality show, a bela tentou emplacar outras músicas, mas atualmente pode ser vista como ring girl em eventos de MMA.

Grazi era Miss Paraná quando entrou no BBB 5
TV Globo/Raphael Dias

Grazi Massafera

Grazielli Soares Massafera participou do BBB 5 e encantou os telespectadores com seu jeito simples e meigo de menina do interior. Nascida em Jacarezinho (PR), a loira entrou no programa com o título de Miss Paraná, conquistado em 2004. Durante o reality, ela se envolveu com o modelo Alan Passo. O beijo entre os dois demorou a sair e o carinho era escondido, porque Grazi tinha vergonha que o pai visse a cena. A moça conquistou o segundo lugar daquela edição do BBB, cujo vencedor foi Jean Willys. Atualmente, Grazi segue a carreira de atriz, já participou de sete novelas e tem uma filha, Sofia, fruto do seu casamento com o também ator Cauã Reymond.

Siri virou apresentadora de TV e atriz após a participação no BBB
TV Globo / Zé Paulo Cardeal

Íris Stefanelli

Íris Stefanelli, também conhecida como Siri, foi um dos destaques do Big Brother Brasil 7. A loira com jeito de menina do interior se encantou por Diego Alemão e viveu um triângulo amoroso dentro da casa. Apesar do carisma e do romance, Íris foi a sétima eliminada de sua edição do programa. Dona de um sotaque carregado, a bela abandonou a faculdade de enfermagem no último semestre para entrar no BBB. Para custear os estudos, ela trabalhava como sacoleira. Após a participação na atração, Siri virou apresentadora do TV Fama, na Rede TV!, e participou de algumas peças de teatro.

Alemão foi o vencedor do BBB 7
TV Globo / Zé Paulo Cardeal

Diego Gasques (Alemão)

Diego Gasques, ou simplesmente Alemão, não só foi o vencedor da sétima edição do BBB, como se tornou um dos maiores queridinhos de todos os tempos do programa. O loiro de olhos azuis começou a atração flertando com a sister Fani Pacheco, o que rendeu muitos amassos. No entanto, ao longo da edição, o rapaz foi se rendendo aos encantos e ao jeito caipira de Íris Stefanelli, a Siri, que barrava todas as investidas do rapaz. O resultado foi um triângulo amoroso entre os três loiros. O primeiro beijo em Íris, porém, só aconteceu na final do programa. A estada de Alemão no BBB foi conturbada e envolveu diversas discussões com o grupo chamado de pentágono. Fora da casa, ele foi apresentador dos programas "Nem Big, Nem Brother" e "Casa Bonita", ambos do Multishow.

Gyselle Soares participou de alguns filmes na França
TV Globo / Renato Rocha Miranda

Gyselle Soares

A piauiense Gyselle Soares foi a sister mais amada do BBB 8. A modelo e atriz chamou a atenção do púbico com seu carisma e beleza, além de sempre se mostrar comportada, sem beber demais nas festas ou falar palavrões. A moça chegou à final da oitava edição do Big Brother Brasil e, tecnicamente, empatou com o vencedor, o músico Rafinha Ribeiro. A produção do programa teve que ampliar a votação por um minuto para poder desempatar e decidir o campeão do programa. Depois que saiu da casa, Gyselle foi para França, onde trabalhava antes de participar do programa.

Após o fim do BBB 9, Priscila deu uma calcinha a Pedro Bial
TV Globo / Fabrício Mota

Priscila Pires

Priscila Pires foi queridinha não apenas do público do BBB 9, mas também do apresentador Pedro Bial. Após a primeira eliminação no BBB 10, o jornalista declarou que a morena era sua preferida da edição anterior do programa. Em entrevista ao programa de Marília Gabriela, ele disse que tem afeição a uma peça dada pela sister: "Guardo a calcinha da Priscila junto com pedaço do muro de Berlim. Não que uma coisa possa ser comparada à outra". Priscila teve um romance com o brother Emanuel durante o programa, com quem protagonizou cenas quentes. A modelo, no entanto, não conseguiu superar Max Porto na final e acabou ficando com a segunda colocação.

Marcelo Dourado era amado e odiado pelo público
TV Globo / Fred Rozário

Marcelo Dourado

O lutador Marcelo Dourado é um dos brothers mais polêmicos de todas as edições do programa. Há quem acredite que ele seja o participante mais amado e, ao mesmo tempo, o mais odiado de todos os tempos. Dourado participou pela primeira vez do Big Brother Brasil em 2004, quando terminou em sétimo lugar. O jeito marrento que já chamava a atenção na época ganhou mais destaque quando ele voltou ao programa, no BBB 10. Sua chegada não agradou muito aos demais brothers, e seus maus modos o fizeram ficar isolado dos demais participantes. No entanto, a personalidade forte e um pouco arredia acabou conquistando parte do público, que o escolheu vencedor da edição de 2010 do programa.

Maria perdeu um amor, mas ganhou o público
Rede Globo/Alex Carvalho

Maria Melilo

Maria Melillo foi a queridinha da 11ª edição do BBB. A morena de corpo escultural cometia gafes ao falar besteiras, se embebedava em festas e sofreu por amor dentro do programa. A moça se envolveu com o vendedor Maumau que, depois de ficar com ela, acabou desistindo da relação. Sempre que bebia demais, a morena ia atrás do rapaz, o que resultava em diálogos engraçados. Depois que Maumau deixou o programa, Maria se deixou levar pelas investidas do médico Wesley Schunk, e os dois ficaram juntos até o fim do programa. Maria levou o prêmio de R$ 1,5 milhão, mas não sumiu da TV. Atriz, ela fez parte do elenco do humorístico "Casseta e Planeta: Vai Fundo". Em 2013, a moça teve que remover 70% do fígado, devido a um câncer causado pelo uso prolongado de anabolizantes.

A baiana Anamara participou de dois BBBs
TV Globo / Frederico Rozario

Anamara Barreira

A baiana Anamara Barreira se destacou na décima edição do Big Brother devido à sua personalidade forte e a voz estridente. A morena, então policial militar, entrou na casa durante as férias e teve que pedir para ser dispensada do cargo durante o programa. Caso não o fizesse, seria considerada desertora e poderia, inclusive, ser presa. Durante o BBB 10, a bela foi a 12ª eliminada. No entanto, em 2013, devido a seu carisma, Anamara teve a chance de participar do programa novamente, em uma edição em que seis ex-participantes tiveram a chance de voltar. Apesar de acreditar ser uma das favoritas ao prêmio, pedindo sempre a seus fãs para votarem a seu favor, a baiana foi a nona pessoa a deixar a casa.