Se o beneficiário de um seguro de vida falece, o que acontece com os benefícios?

Escrito por alibaster smith | Traduzido por débora faggioni
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Se o beneficiário de um seguro de vida falece, o que acontece com os benefícios?
É necessário nomear um ou mais beneficiários ao se contratar um seguro de vida (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Ao fazer um seguro de vida lhe é exigido que nomeie um beneficiário -- a pessoa que vai receber o pagamento. O beneficiário pode ser qualquer pessoa que você conheça e confia para receber o benefício. Mas, se um beneficiário morrer, o dinheiro ainda será desembolsado.

Outras pessoas estão lendo

Cobeneficiários primários

A companhia de seguros verificará se há cobeneficiários na apólice. Se sim, o prêmio será dividido entre os vários beneficiários. Se um beneficiário morrer, então o restante do dinheiro será pago aos que ficaram vivos.

Beneficiários secundários

Se os beneficiários primários não estão vivos para receber o pagamento, a seguradora verificará se há beneficiários secundários. Um beneficiário secundário é alguém que fará jus ao dinheiro se todos os primários estiverem mortos. Isso é para ser tratado como uma referência para o caso do beneficiário ou beneficiários primários não estiverem mais vivos. Um exemplo disso seria se você deixasse o dinheiro para o seu cônjuge, mas nomeasse seu filho como beneficiário secundário. Você não deseja que o filho receba o benefício de morte, exceto no caso do cônjuge morrer. Neste caso, a criança só receberia o dinheiro se seu cônjuge morresse antes de você. Isso contrasta com a nomeação de seu filho como um cobeneficiário, em que a criança e seu cônjuge receberiam o benefício de morte.

Estado

Se não houver beneficiários vivos, a apólice será paga ao estado. O benefício de morte vai a inventário e está sujeito às taxas e procedimentos descritos pelo tribunal. O dinheiro será distribuído de acordo com a sua vontade. Se não houver instruções específicas para os recursos, as leis de seu estado ou o tribunal decidirão a destinação do dinheiro.

Considerações

Nomeie sempre vários beneficiários. Isso garante que seu dinheiro vá para alguém ao invés de ir à inventário. O inventário tem um custo, enquanto que passar o dinheiro diretamente a seus beneficiários não custa nada. Além disso, atualize seus beneficiários ao longo do tempo. Se um beneficiário morrer, faça as mudanças necessárias em sua apólice imediatamente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível