Saúde

Benefícios das sementes de gergelim preto à saude

Escrito por michele turcotte, ms, rd | Traduzido por liana fernandes
Benefícios das sementes de gergelim preto à saude

Os benefícios da semente de gergelim

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Sementes de gergelim são tão nutritivas que pode não querer esperar até sua próxima visita à padaria para comer as poucas que cobrem a baguete. As sementes de gergelim são uma ótima fonte de minerais essenciais, de vitamina B1 (tiamina) e fibra alimentar. Os nutrientes encontrados nas sementes de gergelim podem contribuir para a saúde cardiovascular, reduzir inflamações, melhorar a saúde respiratória, proteger contra o câncer de cólon e a osteoporose, assim como outras doenças. Dependendo da variedade, sementes de gergelim vêm em cores diferentes, incluindo branca, amarela, preta e vermelha.

Outras pessoas estão lendo

Muitos minerais importantes

Sementes de gergelim preto são uma excelente fonte de magnésio e cálcio. Um quarto de xícara nos dá 126 mg de magnésio (ou 32% Valor Diário Recomendado [VD]) e 351 mg de cálcio (35% do VD). Isso é um pouco mais do que encontramos em um copo de leite, contudo, o cálcio se localiza na casca da semente, portanto sementes descascadas possuem menos cálcio. Magnésio e cálcio são minerais essenciais importantes que ajudam a regular a pressão sanguínea, reduzir a probabilidade de desenvolver dores de cabeça por tensão e enxaqueca (causadas por contração dos vasos sanguíneos), diminuir a ocorrência de ataques respiratórios em asmáticos e regular padrões do sono, especialmente em mulheres que sofrem de distúrbios do sono relacionados à menopausa.

Sais minerais essenciais

Um quarto de xícara de sementes de gergelim pretas fornece quase 1,5 mg, ou 74% do VD, do sal mineral cobre e 2,8 mg (cerca de 19% do VD) de zinco. Esses minerais são necessários em quantidades muito pequenas, mas essenciais para a saúde humana. O cobre tem um papel benéfico no processo anti-inflamatório para reduzir o inchaço e a dor característicos de doenças inflamatórias. Ele também é necessário para ativar uma enzima indispensável para a formação de colágeno e elastina, que nos dão elasticidade nos ossos e juntas. Baixa ingestão alimentar do sal mineral zinco (níveis baixos de circulação na corrente sanguínea) é associada a um sistema imunológico debilitado e também a redução na densidade dos ossos do quadril e espinha. Consumir alimentos ricos em zinco, como sementes de gergelim pretas, reduz o risco de sofrer fraturas nos ossos causadas por baixa densidade óssea (comum entre os idosos) ou osteoporose. A ingestão eficiente de zinco pode reduzir a frequência e duração do resfriado comum, pois mantém o sistema imunológico saudável.

Pequenos combatentes do colesterol

Sementes de gergelim pretas ajudam a reduzir os níveis de colesterol sérico (o que contribui para a saúde cardiovascular) de diversas formas. Elas contêm duas substâncias raras, conhecidas como sesamina e sesamolina. Essas substâncias pertencem a um grupo de fibras chamadas de lignanas (sementes de linhaça também são fontes abundantes de lignanas). As lignanas são ricas em fibra alimentar e tem efeito de redução do colesterol. Sementes de gergelim pretas são ricas em fitosteróis. Os fitosteróis são compostos vegetais muito similares em estrutura (química) ao colesterol. Consumir mais fitosteróis alimentares não apenas reduz os níveis de colesterol no sangue, mas diminui os riscos de desenvolver alguns tipos de câncer. As sementes de gergelim oferecem a maior quantidade de fitosterol (de 400 mg a 413 mg a cada 100 gramas) de todas as castanhas e sementes.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media