Como fazer uma bicicleta elétrica

Escrito por ryan bauer | Traduzido por wanderson andrade
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer uma bicicleta elétrica
Um sistema típico de motor no cubo da roda em uma bicicleta elétrica (electric-bikes.com)

Bicicletas comuns fornecem aos usuários uma forma de transporte que utiliza propulsão humana e que é muito mais eficiente e rápido do que andar. No entanto, elas deixam algo a desejar quando se trata de velocidade máxima e energia em uma subida. Adicionando o auxílio de um motor elétrico, o permite pedalar ainda tanto quanto desejar, porém acrescenta até 32 Km/h à sua velocidade máxima. Além disso, o motor irá ajudá-lo a acelerar a partir de uma parada e a subir caminhos íngremes. Kits de conversão relativamente baratos estão disponíveis a partir de um número de fabricantes, e a maioria pode ser instalada em poucas horas.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Bicicleta comum
  • Kit de conversão para bicicleta elétrica

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Tenha uma bicicleta adequada para conversão. O quadro deve ser grosso e forte e, a bicicleta, deve ter peças sólidas em bom estado. Bicicletas com amortecedores no garfo dianteiro são inadequados para a conversão e não devem ser equipadas com um motor. A maioria dos kits trabalham com rodas de aros 20 e 26. A bicicleta escolhida para este trabalho deve ter freios excepcionalmente fortes, uma vez que estará viajando a uma velocidade muito maior do que foi projetada.

  2. 2

    Compre um kit de conversão. Numerosas lojas on-line (consulte a seção "Recursos Adicionais") possuem estes kits, e também podem ser encontrados no eBay. Eles são relativamente baratos, em torno de R$ 700 a R$ 1300 em um nível inicial. Os motores podem variar muito na potência. Sistemas de alta voltagem têm mais torque, se movem mais rápidos, e alcançam velocidade máxima mais rápido, mas drenam as baterias muito mais rapidamente do que os motores de baixa voltagem. Seu deslocamento diário deve ser levado em consideração na seleção de um kit de conversão para garantir que você fique com aquele que se adapta às suas necessidades individuais.

  3. 3

    Monte o motor na bicicleta. Siga as instruções do fabricante, uma vez que todos os sistemas são diferentes. Com um motor de eixo central, você começará retirando a roda existente e a substituindo por uma que tem o motor em seu interior. Outros sistemas podem ter um motor externo, montados distantes da roda, que envia energia para ela através de uma corrente de transmissão. A bateria (ou baterias) terá de ser montada no quadro da bicicleta ou atrás do assento, e fixada nesta posição.

  4. 4

    Monte a fiação do motor, para o controle (se aplicável) ou ao acelerador no guidão. Certifique-se de que todos os cabos estão localizados fora do caminho de quaisquer peças móveis, e que não irão interferir com qualquer um dos movimentos normais da bicicleta. Lembre-se que os fios de alimentação estarão carregando eletricidade de alta amperagem, e poderão ser potencialmente perigosos se instalados incorretamente.

  5. 5

    Carregue as baterias e então, pegue a nova bicicleta para dar uma volta. Ainda no test drive, não vá muito rápido até que você tenha certeza de que o sistema está instalado e funcionando corretamente. Pedalar a partir de uma parada, esperando até pegar impulso para poder ativar o motor é a maneira correta para se iniciar o movimento. Acelerar a partir de uma parada coloca pressão desnecessária sobre o motor e drena a bateria muito mais rápido que o normal. Fique atento a todos os barulhos estranhos ou eventos que possam sinalizar um potencial problema.

  6. 6

    Faça as modificações necessárias. Discos de freios maiores podem ser necessários para frear a bicicleta a partir de elevadas velocidades. Baterias com maior capacidade ampère-hora podem ser utilizadas para substituir as originais, aumentando o alcance e a potência. Pneus mais duros podem ser necessários, uma vez que bicicletas motorizadas causarão maior desgaste que o uso normal faria. Um velocímetro digital para medir a velocidade e a distância pode ser um complemento bem útil.

Dicas & Advertências

  • Baterias adicionais podem ser colocadas em sua bicicleta para aumentar o alcance.
  • Pedale, juntamente com o seu motor, para aumentar a velocidade e o alcance.
  • Sempre use capacete e equipamento de proteção ao andar de bicicleta.
  • Evite andar em uma velocidade perigosamente alta.
  • Se possível, leve peças de reposição com você em viagens mais longas para não ficar pelo caminho.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível