Bolsas dos anos 50

Escrito por elizabeth sobiski | Traduzido por renata carvalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Bolsas dos anos 50
As bolsas na década de 50 tinham as alças mais curtas que as de hoje em dia (Sean Gallup/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Combinar os acessórios era popular na década de 50. Uma mulher com estilo sempre estaria impecavelmente vestida, usando luvas, e seus sapatos frequentemente combinavam com a bolsa. Um tema comum nas bolsas dos anos 50, era que, geralmente, tinha alças mais curtas, ao contrário daquelas que se tornaram populares nos anos 70. Independente do tamanho das alças, as bolsas desse período eram feitas de uma grande variedade de materiais e em diversos estilos.

Outras pessoas estão lendo

Conceitos básicos sobre as bolsas dos anos 50

As bolsas nos anos 50 eram geralmente mais quadradas, com fechos de metal. Muitas bolsas eram desenhadas tendo em mente a praticidade, com bolsos laterais, ou aros presos a elas, onde as mulheres podiam pendurar suas luvas. Alguns materiais usados eram: couro, tapeçaria, bordados, camurça, vime, baquelita e tecidos com muitas contas.

A bolsa Chanel

A onipresente bolsa de matelassê Chanel com a alça de corrente dourada fez sua primeira aparição em fevereiro de 1955 e foi o principal acessório das mulheres conscientes da moda. Ela continua sendo um clássico. A bolsa afastou-se dos holofotes na década de 70, mas teve sua popularidade renovada nos anos 80, quando era muito copiada, abarrotando o mercado de falsificações.

A bolsa Kelly

Grace Kelly tornou esse tipo de bolsa da Hermès famosa em 1956, quando a usou para esconder sua barriga de grávida. Originalmente inspirada em um alforje criado nos anos 30, essa bolsa tinha um desenho que lembrava uma caixa. Um clássico, assim como a bolsa Chanel, a bolsa Kelly ainda é fabricada pela Hermès, e tem uma lista de espera de seis meses para as interessadas em comprá-la.

Bolsas de noite

As bolsas de noite dos anos 50 eram geralmente pequenas clutch ou carteiras. O tamanho pequeno enfatizava a feminilidade de quem as usava. Essas bolsas frequentemente eram bastante decoradas, por vezes com várias contas ou em composições que envolviam madrepérola. Raramente tinham alças, apesar de que algumas possuíam longas correntes para serem usadas no ombro. Outros modelos tinham uma pequena alça para o punho, que podia ser escondida dentro da própria bolsa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível