Bórax é seguro para a pele?

Escrito por mary earhart | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O bórax é um agente abrasivo e tamponador suave utilizado na desinfecção de roupa de uso doméstico e em alguns cosméticos e sabonetes. Ele é um mineral extraído das profundezas da terra ou de depósitos de superfície, tais como aqueles encontrados no Vale da Morte, perto de Boro, Califórnia. Embora seja uma substância natural, ele pode ser tóxico se não for usado com cuidado.

Outras pessoas estão lendo

Tipos e funções

Os seres humanos têm extraído e utilizado bórax desde a sua descoberta na Pérsia, há mais de 4.000 anos, de acordo com o autor Berthold Laufer. Os cristais de bórax se formam conforme a água evapora de leitos de lago e escoamento de montanhas, deixando para trás os depósitos que concentram-se e endurecem ao longo do tempo. O bórax geralmente tem uma aparência de giz branco. O "nome" bórax é usado para referir-se a compostos minerais relacionados, incluindo o biborate de sódio, borato de sódio decahidrato, piroborato de sódio e tetraborato de sódio decahidrato. Em água quente, o bórax converte moléculas de água em peróxido de hidrogênio, produzindo um efeito de branqueamento. Ele contém o elemento boron, que as plantas utilizam. Uma quantidade alta de boro pode matá-las, por isso o pó é usado para exterminar ervas daninhas.

Usos cosméticos

Quando combinado com cera, o bórax tem propriedades de emulsão que melhoram a consistência de cosméticos, cremes e loções. Ele tem sido usado por muito tempo combinado com sabonete para criar um limpador abrasivo para automecânica. Bórax também é alcalino, o que o torna útil como tonificadore e fórmulas de limpeza da pele. Combinando limpeza e esfoliação, o sabão de bórax elimina bactérias, oleosidade e células mortas da pele associadas à acne. Como um mineral natural, o bórax é um componente comum em receitas caseiras para produtos como esfoliantes e cremes frios.

Depois de usar produtos que contenham bórax, enxágue. Embora concentrações baixas sejam geralmente consideradas seguras para uso na pele, existem riscos com o uso do bórax. Seus níveis de alcalinidade, por exemplo, podem causar irritação significativa da pele, de acordo com o Cosmetics Cop.

Preocupações

O ácido bórico, um primo químico do bórax, já foi usado em colírio, mas não é mais recomendado para uso medicinal. Um painel consultivo do FDA sugeriu restrições em compostos contendo ácido bórico. O borato de sódio é um ingrediente em Gardisil, uma vacina para o vírus do papiloma humano dado a meninas para prevenir o câncer cervical. Alguns pais temem efeitos colaterais desse ingrediente, que pode ser usado como veneno de rato. O EPA adverte que reações tóxicas em seres humanos tendem a ser maior em homens, afetando os testículos e causando atrofia de túbulo e contagens de esperma inferiores.

Como um aditivo de alimento, o bórax é proibido nos Estados Unidos. Outras nações permitem a sua utilização. Ele também é usado ilegalmente como conservante de caviar, almôndegas, macarrão e arroz cozido no vapor. O EPA alerta sobre um risco maior de câncer de fígado com mais de dez anos de exposição regular ao bórax em alimentos.

Pele vermelha e descamada, insuficiência renal e convulsões podem ocorrer como resultado de exposição tóxica crônica ao bórax. A exposição ao bórax durante a gravidez corre o risco de criar defeitos congênitos, especialmente a infertilidade masculina de desenvolvimento fetal anormal, bem como possíveis anomalias cérebrais e esqueléticas.

Precauções de manuseamento seguro

Bórax tem muitos usos domésticos, e você deve tomar o mesmo cuidado ao usá-lo como faria com outros produtos de limpeza, inseticidas e herbicidas. Mantenha o bórax fora do alcance de crianças e animais domésticos. Mulheres grávidas devem limitar a exposição a essa substância. Lave roupas e superfícies onde o bórax é usado e não o use em áreas onde ele possa contaminar alimentos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível