Por que meu braço fica verde quando uso uma pulseira de cobre?

Escrito por anne hirsh | Traduzido por carlos cassimiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que meu braço fica verde quando uso uma pulseira de cobre?
As bijuterias de cobre tornam a pele verde por causa de reações químicas (copper bracelet image by vnlit from Fotolia.com)

As pulseiras de cobre são populares pela sua aparência e supostas propriedades curativas. Mas depois de usar por um tempo, você pode notar que a pele debaixo do cobre fica verde. Essa é uma reação normal que ocorre com qualquer tipo de exposição prolongada da pele ao cobre. A cor verde vai desaparecer se você parar de usar o objeto de cobre e ela não é prejudicial à sua saúde.

Outras pessoas estão lendo

Fonte

O cobre é um elemento encontrado naturalmente na Terra, mas deve ser refinado para formar o metal com que estamos familiarizados nas bijuterias, utensílios de cozinha e fiação. Ele é altamente valorizado pela sua capacidade de conduzir eletricidade com uma perda mínima de energia. Quando exposto a outros produtos químicos ou elementos exteriores, mesmo aqueles tão simples como o oxigênio, o cobre pode reagir com eles, provocando alterações em sua superfície.

Oxidação

A reação química mais comumente vista no cobre é a oxidação. Isso ocorre quando ele é exposto ao ar e resulta no escurecimento da superfície do cobre. Quando a superfície é exposta à água salgada, o cobre pode tornar-se verde-azulado. Isso é semelhante à sua reação ao contato prolongado com a pele.

Função

A natureza ácida do suor humano e outros produtos químicos na pele, tais como sabões, loções e maquiagem, reagem com o cobre. Essa reação provoca uma pátina verde (camada superficial), que se forma sobre o cobre e essa cor é transferida para a pele. A reação varia de acordo com a química individual do corpo, tanto no tempo que leva para a descoloração verde se formar como no quanto a cor torna-se distinta. Algumas pessoas podem não ter qualquer descoloração. Embora a acidez da pele possa parecer uma desvantagem quando se trata de bijuterias, uma pesquisa do Centro Médico Veteran's Affairs de São Francisco, nos Estados Unidos, mostra que a natureza ácida da pele desempenha um papel em manter a superfície da pele unida, bem como fortalecendo e protegendo o seu corpo contra doenças.

Tipos

As pulseiras de cobre podem ser todas de cobre ou formadas a partir de outro metal, geralmente menos dispendioso, que simplesmente tem uma camada de cobre sobre a parte externa, prática conhecida como chapeamento. Ambos os tipos de pulseira podem causar a mesma reação, mas as revestidas de cobre podem eventualmente ter o chapeamento de cobre desgastado na parte interior — principalmente se você limpá-las com frequência — deixando o metal subjacente, e não o cobre, exposto à sua pele. Isso pode eliminar a descoloração na pele, a menos que o metal subjacente também seja propenso a oxidação, como o níquel.

Prevenção/solução

Muitas pulseiras são vendidas com supostas propriedades curativas do contato direto do cobre com a pele. No entanto, se você estiver usando a pulseira exclusivamente para adorno, pode tentar selar o cobre para evitar a descoloração. O método mais comum para fazer isso é através da aplicação de esmalte de unha transparente na superfície interna da pulseira. Isso cria uma barreira entre os ácidos na sua pele e o cobre. Contudo, o tratamento deve ser repetido periodicamente e pode não funcionar se você tem a pele muito ácida ou usar produtos ácidos nela.

Para uma barreira ligeiramente mais forte e mais duradoura, aplique cera de carro no interior da pulseira e lustre de acordo com as instruções na embalagem do produto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível