×
Loading ...

Em busca de ETs: Os planetas com maior probabilidade de abrigar vida

Pere Sanz/iStock/Getty Images

Introdução

A busca de vida extraterrestre no universo é uma das coisas que mais encanto nos provoca. É quase um lance desesperado para evitar a solidão no universo, impulsionado por nossa curiosidade científica e uma tecnologia que avança rapidamente. Os esforços científicos identificaram vários candidatos a abrigar vida no universo, tanto no nosso sistema solar quanto em "exoplanetas" que orbitam outras estrelas. Estamos descobrindo mais destes do que nunca, assim que você verá novos candidatos surgirem frequentemente.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Como os cientistas procuram vida

O aspecto mais importante da nossa busca por vida é a água. É o solvente mais abundante no universo, o que significa que uma miríade de produtos químicos podem dissolver-se e as reações complexas necessárias para a vida são mais propensos a ocorrer nela. O intervalo de espaço ao redor de uma estrela com temperaturas adequadas para a existência de água líquida é chamada de "zona habitável". Os cientistas também costumam procurar planetas similares à Terra em termos de massa, atmosfera e temperatura.

Jason Reed/Photodisc/Getty Images

O Sistema Solar: Encélado

Encélado, a lua gelada de Saturno, é um dos candidatos mais conhecidos a abrigar vida no universo. A distância do Sol torna a água da superfície congelada, mas os géiseres observados pela sonda Cassini da NASA fornecem evidências de que existe água em estado líquido sob a superfície. Esta água é mantida a temperatura líquida pela força gravitacional de Saturno e suas luas vizinhas. Alongar repetidamente uma bola de borracha gera calor de uma forma similar.

Digital Vision./Digital Vision/Getty Images

O Sistema Solar: Marte

O planeta vermelho tem sido considerado um excelente candidato a conter vida há muito tempo. Embora acreditemos que ainda possa haver água escondida sob a superfície, há muito pouca água líquida sobre ela. No entanto, os produtos químicos normalmente associados à vida orgânica já foram detectados, o que indica que podem existir microorganismos no solo ou abaixo da superfície.

NASA/JPL/DLR

O Sistema Solar: Europa

Europa , a lua de Júpiter, é relativamente parecida com Encélado em que se pensa que existem grandes quantidades de água líquida sob uma camada grossa de gelo. A principal diferença é que a temperatura é mantida através de atividade vulcânica, o que também pode fornecer alguns agentes químicos necessários para o surgimento de vida complexa. Muitas criaturas horrendas se escondem perto das fontes hidrotermais no fundo dos oceanos da Terra, e embora não sejam lindas de olhar, fornecem a esperança de encontrar vida em Europa.

Stockbyte/Valueline/Getty Images

O Sistema Solar: Titã

Outra das luas de Saturno é uma forte candidata a abrigar vida no universo conhecido. Sua atmosfera é cheia de metano, elemento que normalmente desapareceria se não fosse substituído constantemente. Sabemos que a vida pode fazer isso, portanto, apesar das temperaturas aparentemente inóspitas, Titã pode chegar a ter vida. Pode haver água líquida sob a superfície, mas esta lua seguramente tem lagos. Ainda que sejam de metano.

Handout/Getty Images News/Getty Images

Exoplanetas: Gliese 581d

Orbitando uma estrela anã vermelha com o mesmo nome, este exoplaneta tem cerca de seis vezes o tamanho da Terra. Também está gravitacionalmente presa à estrela, da mesma forma em que nossa Lua está ligada à Terra. Originalmente, a ideia de que uma metade do planeta está constantemente exposta à luz solar e a outra está na escuridão perpétua fez com que os cientistas a descartassem como um candidato a conter vida. No entanto, se a atmosfera tiver uma capa espessa de dióxido de carbono (o que é provável), simulações de computador mostraram que a temperatura pode se equalizar, tornando o planeta habitável.

NASA/Getty Images News/Getty Images

Exoplanetas: 55 Cancri F

Este exoplaneta se encontra na constelação de Câncer, orbitando ao mesmo tempo uma estrela anã laranja e uma anã vermelha. Sua órbita é bastante elíptica, mas seu ano é aproximadamente semelhante ao nosso. Depois de algumas observações cuidadosas, os cientistas determinaram que 55 Cancri F poderia conter água líquida e, portanto, vida como a conhecemos. Este não é um candidato confirmado até o momento, mas há esperanças.

Handout/Getty Images News/Getty Images

Exoplanetas: Gliese 581 g

Parece injusto que mais de um dos maiores candidatos a abrigar vida orbite a mesma estrela, mas é importante lembrar que o universo é enorme, e nós só podemos identificar as opções que vêm sob o microscópio da ciência até agora. Aninhado firmemente na zona habitável da sua estrela, este exoplaneta tem um alto índice (92%) de similaridade com a Terra.

Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images

Sobre os extremófilos

Embora a procura por planetas semelhantes à Terra seja um método lógico de procurar vida, há muitos animais no nosso planeta que se desenvolvem em locais aparentemente inóspitos, chamados de "extremófilos". Por exemplo, as criaturas no fundo do mar em torno das fontes hidrotermais suportam pressões esmagantes, e também há outras que podem suportar uma acidez considerável. Se a busca de vida fosse aberta a essas condições extremas, haveria uma infinidade de outros mundos com potencial para abrigar vida.