Cacau em pó vs. chocolate em pó

Escrito por anthony diaz de la vega | Traduzido por débora sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cacau em pó vs. chocolate em pó
O cacau é a fonte tanto do cacau em pó quanto do chocolate em pó (star5112: Flickr.com)

A semelhança entre os termos "cacau" e "chocolate" (presente nos termos em inglês "cacao" e "cocoa", respectivamente) muitas vezes cria confusão. A U.S. Food and Drug Administration define o cacau como "a semente que é a fonte..." dos produtos de chocolate tais como o cacau em pó, o licor de chocolate ou a manteiga de cacau, dependendo de como a semente do cacau é processada. Assim, a semente é a fonte tanto do cacau em pó quanto do chocolate em pó e, embora os termos sejam frequentemente utilizados indistintamente, existem diferenças sutis entre eles.

Outras pessoas estão lendo

História

O império maia começou a cultivar e a colher o cacau há mais de 2000 anos atrás, e os astecas utilizavam toda a semente crua do cacau como principal forma de moeda.

Os maias utilizavam os grãos para criar uma bebida picante apreciada pela realeza e consumida durante as cerimônias religiosas. Sem acesso às especiarias adoçantes, o cacau era consumido como uma bebida alcoólica forte e amarga. Depois que os conquistadores espanhóis invadiram o México, eles enviaram de volta navios carregados de sementes de cacau, onde foram misturados com açúcar e canela para fazer uma bebida que fosse popular entre as classes mais altas.

Charles Linnaeus, criador do sistema de nomenclatura científica moderna, chamou a semente do cacau de "theobroma", que significa "alimento dos deuses". Hoje o chocolate é um dos sabores mais populares do mundo.

Sementes de cacau

Uma semente de cacau consiste em uma casca dura marrom esverdeada repleta de minúsculos bolsos chamados de pontas. Essas pontas comestíveis são a carne dos grãos de cacau. Um grão contém entre 12% e 60% de gordura e zero açúcar.

Cacau em pó vs. chocolate em pó

O sabor do cacau em pó puro e sem açúcar é muito amargo e rico, o que é a razão de ser mais frequentemente usado em doces e confeitos. Para obter o pó de cacau da semente do mesmo, as pontas são primeiramente moídas em uma pasta forte. A gordura é removida e os sólidos remanescentes são novamente moídos num pó fino: o pó de cacau. Devido às suas propriedades de secagem, utilizar o cacau em pó em um bolo muitas vezes requer a utilização de mais gordura vegetal ou manteiga na receita.

De acordo com as diretrizes da FDA, o cacau em pó e o chocolate em pó são simplesmente termos diferentes para o mesmo pó e são praticamente intercambiáveis​​; no entanto, o "cacau em pó" refere-se especificamente ao pó cru e sem açúcar. O "chocolate em pó", por outro lado, pode ainda ter uma pequena quantidade de manteiga de cacau para sutilmente melhorar o sabor.

Licor de chocolate

O licor de chocolate é formado através da trituração das pontas em uma pasta; outros nomes substitutos incluem chocolate cozido, amargo e licor de cacau. O licor de chocolate é a base de leite e chocolate escuro, tornando-se o principal componente de muitos chocolates comestíveis comuns como as lascas de chocolate e o chocolate quente. Este licor também é misturado com álcool para criar bebidas de chocolate.

Manteiga de cacau

A manteiga de cacau é o último componente da semente do cacau e é criada primeiramente pelo esmagamento das pontas para obter o licor de chocolate. Os restos são pressionados para separar os sólidos da gordura, deixando a manteiga com um gosto e aroma sutis de cacau. A manteiga de cacau é, por vezes, misturada com leite e açúcar para fazer o chocolate branco.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível