Conhecimento

O que fazer com um cachorro com fungos?

Escrito por stevie donald | Traduzido por aline ferreira
O que fazer com um cachorro com fungos?

Os cães podem contrair vários tipos de fungos

veterinarian with dog image by Jaimie Duplass from Fotolia.com

Os cães podem contrair vários tipos de fungos, desde infecções de pele e de unha a problemas mais sérios no trato respiratório. Em muitos casos, seu cachorro precisará de cuidados veterinários e da prescrição de medicamentos para curar o fungo. Existem também estratégias de prevenção de doenças fúngicas e cuidados com uma infecção. Também é preciso estar ciente de que você pode pegar uma infecção de seu cão e vice-versa.

Outras pessoas estão lendo

Infecções de pele por fungos

Infecções por leveduras nos ouvidos ou na pele são fúngicas, causadas por uma super proliferação de lêvedos. Em casos extremos, eles podem ser persistentes, causando coceira, perda de pelo, engrossamento da pele e um forte odor em seu pobre cãozinho. As infecções por leveduras frequentemente aparecem após alergias a comida ou respiratórias. Uma vez que você tenha controlado-a, tratar as alergias de seu cachorro é a melhor estratégia para prevenir futuras infecções de pele ou de ouvido. Você pode precisar dar alimentos hipoalergênicos ou livres de grãos para seu cão. Limpezas regulares de orelhas, como indicado por seu veterinário, combinadas com um shampoo antifungos, também ajudarão a controlar o super crescimento de lêvedos. A micose é outro tipo, um pouco menos comum, de infecção fúngica da pele. É zoonótica, o que significa que pode ser transmitida entre humanos e animais. A micose apresenta crostas circulares e em relevo e é fácil de diagnosticar com uma luz negra, pois brilham. Mantenha os cães infectados separados dos outros animais de estimação e evite tocar nas áreas afetadas. Por outro lado, esteja ciente de que caso tenha micose, seu cão pode pegá-la de você. O tratamento envolve a aplicação de um creme antifúngico -- e se você e seu cão tiverem a doença, ambos podem usar o mesmo creme. Se ele não for eficaz, poderá ser necessário dar ao seu cão medicação oral prescrita. Como infecções fúngicas, a micose persistente ou recorrente pode indicar outro problema subjacente, geralmente uma doença imune mediada, como o lúpus ou pênfigo.

Infecções fúngicas do trato respiratório

Infecções fúngicas podem ser inaladas pelo ar ou contraídas pelo contato, enquanto o cachorro caminha pelo solo contaminado. Elas podem ser difíceis de prevenir e de tratar e incluem a aspergilose, coccidioidomicose (Febre do Vale) e a blastomicose. Dependendo do tipo de fungo, seu cão pode precisar de tratamento de longo prazo, mesmo por toda a vida, para mantê-lo sob controle. Uma vez que os sintomas do fungo no trato respiratório podem imitar alguns tipos de câncer, o veterinário pode sugerir testes adicionais, como uma biópsia, para descartar algo mais sério.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media