Cães: como cuidar de cadelas após o parto

Escrito por angela brady | Traduzido por mayra chibante
Cães: como cuidar de cadelas após o parto
A cadela requer cuidados depois do parto (mother dog with puppy image by Phaedra Wilkinson from Fotolia.com)

Quando uma cadela tem filhotes, muitos donos presumem, incorretamente, que o pior já passou. A verdade é que a nova mamãe requer alguns cuidados após o parto, de forma a manter sua saúde e força o suficiente para cuidar da prole. Existem ainda muitas coisas que podem dar errado, incluindo infecções, filhotes retidos ou a inabilidade de produzir leite, e é apenas com a observação e vigilância por parte do dono que os sinais desses problemas poderão ser interpretados, antes que eles ameacem a vida da cadela e da sua cria.

Instruções

  1. 1

    Caminhe com sua cadela logo após o parto, mas preste atenção no que ela faz. Em raros casos, ela poderá parir outro filhote.

  2. 2

    Sinta o abdômen, procurando por grandes calombos, para certificar-se de que não existam mais filhotes ali dentro. Uma consulta no veterinário para a mãe e a prole é uma boa ideia. Ele examinará as crias, procurando por defeitos de nascimento e tendo certeza de que não existam mais filhotes para nascer, além de administrar uma injeção de oxitocina. Essa substância contrairá o útero e ajudará a expelir os restos de placenta.

  3. 3

    Monitore a cadela, observando possíveis sinais de doenças ou falta de interesse nos filhotes. Se ela não permitir que a crie mame, essa tarefa ficará sob a sua responsabilidade.

  4. 4

    Duas vezes no dia, nos primeiros dias, tire a temperatura retal da cadela. Uma que esteja normal ficará entre 38º e 39º C. Um valor mais alto pode indicar a presença de infecção.

  5. 5

    Monitore corrimentos vaginais. Uma pequena quantidade de sangue é normal nos primeiros dias, mas se persistir e aumentar de volume, ligue para o veterinário. NO caso de um corrimento esverdeado e mau cheiroso, normalmente esse é um indicativo de infecção, por isso, notifique o médico.

  6. 6

    Alimente-a com pequenas refeições por dia. A cadela estará mais faminta que o normal, precisando de toda energia que conseguir. Nesse momento, muitos criadores administram rações específicas para filhotes, devido ao alto índice de calorias presente.

  7. 7

    Observe as glândulas mamárias. Qualquer vermelhidão fora do normal, inchaço ou dor pode ser sinal de mastite, que deve ser dita ao veterinário. Se a cachorra não deixar que os filhotes mamem, essa deve ser a razão. Caso o leite ressecado encroste ao redor dos mamilos, gentilmente, encharque-os com água morna com um pano úmido.

  8. 8

    Escove-a diariamente. Os cães perdem uma grande quantidade de pelo durante a gravidez, e alguns dos fios mortos ainda cairão. Uma escovada de leve ajudará sua cadela a se livrar disso, além da atividade ser relaxante.

  9. 9

    Observe por sinais de ofegação excessiva, tremores ou convulsões. Esses são sintomas de uma deficiência de cálcio chamada eclâmpsia, que deve ser tratada por um veterinário imediatamente.

Dicas & Advertências

  • A maioria das cadelas não têm problemas após o parto, mas é melhor prevenir do que remediar.
  • Se você notou vômitos, diarreia, perda de apetite, depressão, salivação excessiva, fraqueza ou qualquer comportamento anormal, alerte seu veterinário. Sua cadela pode ter uma infecção ou um problema relacionado à uma deficiência nutricional, que requer tratamento imediato.

O que você precisa?

  • Termômetro retal
  • Alimentos para filhotes
  • Panos
  • Escova

Lista completaMinimizar