Café faz mal para o fígado?

Escrito por jules stark | Traduzido por josciel sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Café faz mal para o fígado?
Foi demonstrado que o café tem efeitos benéficos nas doenças hepáticas (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A grande mídia geralmente se concentra nos riscos e benefícios dos alimentos. O café tem recebido atenção pela potencial proteção e redução de problemas hepáticos. Muitos estudos científicos mostram os efeitos benéficos do café nas doenças e desordens do fígado, No entanto, o efeito do café na função geral do fígado em pessoas saudáveis não foi estabelecido completamente.

Outras pessoas estão lendo

Enzimas hepáticas

A alta atividade das enzimas hepáticas na corrente sanguínea indica deterioração das células do fígado, geralmente como resultado do consumo de álcool. Tem sido demonstrado que o café afeta diretamente a produção dessas enzimas hepáticas; os consumidores regulares de café mostram menores níveis de enzimas hepáticas que pessoas que bebem pouco ou nenhum café.

Cirrose

A cirrose, um tipo de doença hepática que causa dano progressivo aos tecidos e à função do fígado, parece ser inversamente relacionada com o consumo de café. Um estudo de grande escala feito pelo Kaiser Permanente Medical Care Program encontrou que pessoas que bebiam quatro ou mais copos de café por dia tiveram um risco bem menor de desenvolver cirrose do que aqueles que não bebiam café.

Hepatite C

Um estudo em pacientes com hepatite C mostrou significante redução do desenvolvimento de doença hepática nos pacientes que bebiam três ou mais copos de café por dia. No entanto, os autores do estudo advertem que esses resultados não devem ser generalizados para pessoas saudáveis.

Carcinoma hepatocelular

Carcinoma Hepatocelular (CHC), ou câncer hepático primário, é um tipo de câncer comum. O fator de risco mais significante para CHC é a cirrose, que pode ser causada por hepatite, consumo de álcool e obesidade. Alguns estudos sugerem um relação entre o CHC e a dose de café: o menor risco de CHC foi associado com altas doses diárias de café.

Mecanismo efetivo do café

O mecanismo do café que produz os seus efeitos positivos na função hepática e na prevenção ou redução das doenças do fígado não está claro. A cafeína parece ter um papel reconhecido na atividade enzimática do fígado, mas os efeitos de outras substâncias do café, como cafestol e o kahweol, ainda precisam ser determinados. Alguns estudos indicam que o café por si só, e não necessariamente a cafeína que pode ser encontrada em outras bebidas como o chá, é o agente benéfico nos problemas hepáticos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível