Cãibras & queimação por neuropatia na parte inferior das pernas

Escrito por sarah mcleod | Traduzido por fellipe jardim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cãibras & queimação por neuropatia na parte inferior das pernas
Para tratamento de dor oriunda de neuropatia, a causa subjacente deve ser determinada (Creatas Images/Creatas/Getty Images)

Quando cãibras e queimação ocorrem nas pernas como resultado de uma lesão nervosa, isto é referido em termos médicos como neuropatia periférica. Ela pode resultar de uma série de doenças, ferimentos, uso de drogas e exposição à substâncias tóxicas. Para tratar a dor, a causa subjacente tem de ser determinada. De acordo com a MedlinePlus, as causas mais comuns de neuropatia periférica são a diabetes, a lesão nervosa direta, a exposição prolongada ao frio, a lúpus, o câncer e a quimioterapia.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Relate a dor na perna a um médico. Um profissional de saúde pedirá exames para determinar a causa da neuropatia. De acordo com a MedlinePlus, alguns desses testes podem incluir exames de sangue e exames de imagiologia, tais como raios-X e tomografias computadorizadas. Uma vez que uma doença ou outra causa possível seja identificada, pode haver um encaminhamento para um neurologista, o qual poderá realizar exames neurológicos. Esses testes podem incluir uma eletromiografia a qual examinará a atividade elétrica nos músculos da perna e testes de velocidade de condução nervosa que verificam a velocidade dos impulsos elétricos ao nervo.

  2. 2

    Siga o protocolo recomendado para tratar a causa da dor. Coma de forma saudável e tome o medicamento se for diagnosticado como diabético. Pare de beber se o consumo de álcool é diagnosticado como a fonte da neuropatia. Agasalhe-se mais se o médico determinar que a exposição prolongada ao frio está causando a dor.

  3. 3

    Controle a dor tomando medicamentos prescritos. Analgésicos para os nervos incluem anti-convulsivos e anti-depressivos, tais como gabapentina, fenitoína, pregabalina, carbamazepina e duloxetina. Se a dor é debilitante e limita o movimento, pode ser recomendada a terapia alternativa, tal como a fisioterapia ou a terapia ocupacional ou de dispositivos ortopédicos.

  4. 4

    Instale grades e remova obstáculos do chão ao redor que possam inibir ainda mais a caminhada ou causar deslizamentos e quedas perigosas. Empregue o uso de aparelhos, talas ou até mesmo cadeiras de rodas para auxiliar na mobilidade se o médico recomendá-los. Essas intervenções também diminuem a pressão para os pontos de pressão, tais como os joelhos e os tornozelos, onde uma nova lesão nervosa pode ocorrer. Ajuste a posição do corpo para aliviar a pressão nos músculos da perna se tiver de permanecer em uma posição por muito tempo.

Dicas & Advertências

  • De acordo com a Neuropathy Association, 30 por cento das neuropatias são causadas pela diabetes e quase 20 milhões de americanos foram diagnosticados com a doença. Além de dor, a neuropatia provoca fraqueza e dormência. Se não for tratada, a neuropatia periférica pode incapacitar um paciente, tornando as atividades da vida diária árduas. Tão logo os sintomas sejam detectados, é melhor procurar tratamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível