Como fazer uma caixa de minhocultura

Escrito por g.k. bayne | Traduzido por fernanda lemi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer uma caixa de minhocultura
As minhocas geram o húmus, um suplemento rico que pode ser usado para fertilização. (worm image by yura shurmistov from Fotolia.com)

Construir sua própria caixa de minhocultura é fácil e alimentar as minhocas é uma maneira excelente de eliminar as sobras de alimentos de sua casa. A caixa de minhocultura deve ser mantida em uma área onde a temperatura permaneça entre 16 e 26 graus Celsius, o ano inteiro. Os resultados, além de minhocas saudáveis para serem usadas como iscas de pesca, são também suplementos vigorosos para os canteiros do jardim formados pelo húmus.

Outras pessoas estão lendo

A caixa

Utilize somente madeiras naturais que não foram tratadas com nenhum tipo de substância química. Madeira tratada sob pressão é tóxica para as minhocas. O melhor material é a madeira compensada não tratada, preferencialmente com 2 cm de espessura. A típica caixa de minhocultura feita em casa terá 30 cm de altura, 60 cm de largura e 90 cm de comprimento. Utilize uma serra circular e corte duas peças de madeira compensada de 30 cm de largura por 60 cm de comprimento. Corte mais duas peças, com 30 cm de largura, porém com 90 cm de comprimento. Espere para cortar a peça de baixo até que tenha fixado as quatro peças laterais utilizando parafusos tipo Phillips de 3,8 cm. Use uma parafusadeira elétrica para colocar quatro desses parafusos para segurar cada canto. Utilize uma fita métrica para ajustar a caixa, posicionando-a de um canto a outro, pelo espaço aberto na diagonal. Mexa a caixa até que a leitura em cada canto seja igual.

Posicione a caixa sobre o resto da madeira compensada e trace o formato com um lápis. Corte o quadrado e fixe o fundo às laterais utilizando os mesmos parafusos de 3,8 cm e a parafusadeira elétrica. Faça 12 furos de aproximadamente 2,5 cm de diâmetro no fundo da caixa, uniformemente espaçados, para drenagem de líquidos.

A estratificação

Utilize cerca de 4,5 kg de jornal para encher o estrato da caixa. Rasgue somente o jornal em preto e branco em tiras de 2,5 cm de largura. O papel colorido pode ser tóxico. Coloque as tiras na caixa e use um medidor em litros para adicionar o equivalente a quatro litros de solo. O sistema digestório das minhocas necessita da areia do solo. Molhe o estrato com 15 litros de água dois dias antes de adicionar quaisquer minhocas. Ele deve estar úmido, mas não encharcado.

Adicione as minhocas e os alimentos

Comece com 1 kg de minhocas para o leito de crescimento (veja os Recursos). Geralmente, elas irão consumir cerca de 500 g de lixo orgânico por dia, a quantidade típica gerada por uma família de quatro pessoas. Distribua o lixo por áreas distintas na superfície do estrato. As minhocas podem ser alimentadas uma vez por dia, duas vezes por semana ou uma vez por semana. É você quem escolhe o cronograma da alimentação, que pode consistir em qualquer resto de vegetais da cozinha que seriam colocados em uma pilha de compostagem. As minhocas não devem ser alimentadas com nenhum tipo de resto de carne, pois isso pode atrair outros animais para a caixa. Entenda que minhocas que não forem alimentadas de forma adequada eventualmente deixarão a caixa e migrarão para outro local.

Minhocas bem alimentadas e bem cuidadas podem ser colhidas a cada 60 dias. Nesta época, o material do estrato deverá ser trocado e o húmus poderá, então, ser distribuído pelos canteiros do jardim.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível