×
Loading ...

Como calcular correntes em transistores

Atualizado em 19 julho, 2017

Para transistores funcionarem corretamente, uma adequada tensão de polarização deve ser aplicada nos pontos corretos. Esta tensão que é necessária para dar início ao funcionamento do transistor varia conforme o tipo e os materiais de construção utilizados. A função do transistor, como um interruptor ou amplificador, determinará o número de tensões aplicadas para produzir os resultados esperados. As configurações do transistor também desempenham um papel na determinação da quantidade e sentido das tensões requeridas para que o transistor funcione normalmente.

Instruções

Determine a corrente em transistores (NA/AbleStock.com/Getty Images)

    Chaveamento de correntes

  1. Determine o máximo de corrente de carga (Lc) do equipamento. Isto determinará se o transistor irá trabalhar totalmente ligado, no estado de saturação, totalmente desligado, ou em estado de corte.

    Loading...
  2. Determine o HFE do transistor. O HFE é a relação entre a corrente que circula através do coletor (Ic) para a corrente de base (Ib), que permanece normalmente na faixa de 50 a 100.

  3. Calcule o mínimo de corrente de base necessária para saturar o transistor dividindo a corrente de carga pela HFE do transistor, como o exemplo:

    Lc / HFE

  4. Calcule a corrente do emissor. Isso é feito pela obtenção da tensão negativa da fonte (Vee) que polariza a junção do emissor através do resistor (Re) e a fonte positiva de tensão (Vcc) que, de forma reversa, polariza a junção do coletor e permite realizar o seguinte cálculo:

    Vbe = Vb – Ve Ie = (Vee – Vbe) / Re

    Amplificadores de corrente

  1. Calcule a tensão de base (Lb). Essa tensão é necessária para polarizar positivamente o transistor e dar início à condução. Para calculá-la, você precisará da tensão de polarização da base (Vb), queda de tensão entre base e emissor (Vbe, geralmente 0,7 para componentes de silício) resistor de entrada na base (Rb) e o arranjo da fórmula como segue:

    Ib = Vb – Vbe / Rb

  2. Calcule a corrente do coletor (Ic é a corrente de entrada do transistor). Esta corrente flui através do resistor de carga (Rl) e corresponde à tensão de alimentação (Vcc), de modo que suas correlações podem ser dadas como:

    Ic = Vcc – Vce / RL

  3. Construa uma linha de carga para determinar o ponto –Q (o ponto adequado de operação) para o circuito. Este ponto pode ser calculado através da determinação do “estado de corte” e o “estado de saturação” do transistor usando o cálculo abaixo:

    Quando Vce = 0, Ic=Vcc – 0 / Rl, Ic=Vcc/Rl Quando Ic=0, 0=Vcc-Vce/Rl, Vcc=Vce

  4. Trace um gráfico de Ic por Vce e desenhando uma linha de carga, conectando os pontos onde:

    Vce = 0, Ic = Vcc / RL Ic = 0, Vce = Vcc O ponto central vem a ser o ponto-Q onde o circuito opera com o máximo de eficiência.

Loading...

Dicas

  • Certifique-se de que a sua tensão de polarização esteja correta, caso contrário você corre o risco de danificar o transistor permanentemente.

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...