Mais
×

Como calcular a densidade de uma mistura de polímeros

Atualizado em 17 abril, 2017

Um polímero é uma molécula diferente que é feita com várias unidade iguais. Cada unidade individual é chamada de monômero ("mono" significa um e "mero" significa unidade). O prefixo "poli" significa "muitos" -- um polímero significa muitas unidades. Muitas vezes, no entanto, polímeros diferentes são misturados para alcançar propriedades químicas ou físicas desejadas. Cada tipo possui uma certa densidade (massa por volume). A densidade de uma mistura de polímeros é a soma da densidade de massa fracionada de cada componente da mistura.

Instruções

Os polímeros podem ser misturados para alcançar propriedades desejadas (Ableimages/Lifesize/Getty Images)
  1. Determine a composição química da mistura de polímeros. Por exemplo, o polipropileno pode ser misturado com polietileno. Se a mistura tiver 70% de polipropileno e 30% de polietileno, as massas fracionadas serão de 0,7 e 0,3, respectivamente.

  2. Determine a densidade de cada tipo de polímero usando a densidade relativa comparando com a da água (densidade relativa = 1,0). O livro "Polymer Technology Dictionary" contém esses valores para os polímeros mais comuns. O polipropileno tem uma densidade relativa de 0,89 e o polietileno de 0,92. Como a densidade da água é 0,99 g/cm³, a densidade relativa dos outros materiais deve ser multiplicada por esse valor para determinar a densidade em relação a água. Para o polipropileno, será 0,89 x 0,99 = 0,8811 g/cm³ e para o polietileno será 0,92 x 0,99 = 0,9108 g/cm³.

  3. Determine a densidade da mistura de polímeros somando as densidades de massa fracionada. Isso é feito através da fórmula 0,7 x 0,8811 (polipropileno) + 0,3 x 0,9108 (polietileno) para obter uma densidade de 0,89001 g/cm³ para a mistura.

O que você precisa

  • Caneta
  • Papel
  • Calculadora
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article