×
Loading ...

Como calcular os desvios contabilísticos

O desvio é a diferença entre os valores padrões e os reais. Sempre que os valores reais forem inferiores aos valores padrões, existe um desvio favorável. No entanto, se os valores reais forem superiores aos valores padrões, existe um equilíbrio desfavorável. O desvio contabilístico é um aspecto do custo e da contabilidade gerencial e não é normalmente utilizado na contabilidade financeira.

Instruções

Calculando os desvios (A young woman holding a pen, doing her taxes image by Christopher Meder from Fotolia.com)

    Desvios dos materiais diretos e da mão-de-obra

  1. Multiplique os materiais comprados pela diferença do preço real e do preço padrão, para chegar ao desvio de preço dos materiais diretos. Por exemplo, uma empresa compra 1.000 produtos em materiais diretos, por R$ 3 por unidade, mas os orça R$ 2,50 para cada unidade. A fórmula é de 1000 produtos * (R$ 3,00 - R$ 2,50), o que equivale a R$ 500 desfavorável.

    Loading...
  2. Multiplique o preço padrão pela diferença entre a quantidade real utilizada e a quantidade padrão utilizada para chegar ao desvio de quantidade dos materiais diretos. Por exemplo, uma empresa planeja gastar R$ 2,50 por dispositivo e estima a utilização de 800 unidades; no entanto, a produção efetiva precisou de apenas 1.000 produtos. A fórmula é de R$ 2,50 * (1000-800), o que equivale a R$ 500 favorável.

  3. Multiplique as horas efetivas de trabalho pela diferença entre o valor real pago pela hora e o valor padrão pago pela hora para calcular os desvios da taxa de mão-de-obra direta. Por exemplo, uma empresa precisava de 1.000 horas de trabalho e planejou pagar R$ 10 por hora, mas em virtude das horas extras, na verdade, pagou R$ 15 por hora. A fórmula é 1000 horas * (R$ 15 - R$ 10), o que equivale a R$ 5.000 desfavorável.

  4. Multiplique a taxa normal que uma empresa pagará aos funcionários pela diferença entre o número de horas efetivamente trabalhadas e as horas planejadas de trabalho para chegar ao desvio da eficiência da mão-de-obra direta. Por exemplo, uma empresa planeja pagar os funcionários em média R$ 10 por hora e planeja 1.000 horas de trabalho, mas apenas 800 horas foram necessárias. A fórmula seria de R$ 10 * (800 - 1000), o que equivale a R$ 2.000 favorável.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...