Como calcular a necessidade de iluminação em ambientes internos

Escrito por contributing writer | Traduzido por augusto morgante
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular a necessidade de iluminação em ambientes internos
Com uma fórmula simples você pode descobrir quão iluminado deve ser um determinado ambiente (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

Quando você projeta o interior de um cômodo ou quando o redecora, é importante encontrar o nível adequado de iluminação para balancear a decoração e a luz natural do ambiente. Existem fórmulas matemáticas complexas para calcular a iluminação necessária de um ponto específico do cômodo. Entretanto, de maneira geral, e a fim de atender as necessidades básicas da maioria dos proprietários de imóveis, existe uma fórmula simples que funciona muito bem para ajudá-lo a descobrir quanta iluminação você precisa ter em um determinado ambiente.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Trena
  • Lápis e papel
  • Calculadora

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Meça as dimensões do cômodo, incluindo as aberturas e os cantos ou áreas que ficarão escondidos ou na sombra, mesmo com a iluminação de teto. De modo geral, o que você precisa saber é a largura e o comprimento, em metros, do cômodo que você deseja iluminar.

  2. 2

    Multiplique a largura pelo comprimento, em metros, arredondando para cima as medidas, para formar o número inteiro ou a metade mais próxima. Depois, multiplique o resultado por 16. Você obterá a quantidade aproximada de watts necessária para iluminar o ambiente de maneira adequada para sua utilização em geral. Por exemplo, para um cômodo de 3 m por 3,5 m a fórmula será 3 x 3,5 = 10,5. Por sua vez, 10,5 x 16 = 168 watts, o total aproximado para iluminá-lo.

  3. 3

    Disperse o total de watts necessário por vários lustres ou luminárias diferentes, como um ventilador de teto com espaço para 4 lâmpadas de 40 watts cada, totalizando 160 watts, e uma luminária de mesa com outra lâmpada de 40 watts. Na realidade, isso totaliza 200 watts, mais do que o ambiente tecnicamente necessita para ser iluminado adequadamente.

  4. 4

    Aumente a iluminação da área de trabalho ou do canto onde fica a escrivaninha multiplicando a área do ambiente por 27 em vez de 16. Isso lhe fornecerá maior brilho na iluminação, e você poderá concentrar parte dele especificamente sobre a área que você deseja iluminar com mais intensidade. Como a luz se dispersa pelo ambiente, use uma luminária ou lustre de teto para essa área de trabalho (como uma ilha de cozinha, por exemplo), aumentando a iluminação disponível.

Dicas & Advertências

  • Essa fórmula funciona para qualquer cômodo da casa, embora normalmente os quartos e salas de TV não necessitem de tanta iluminação quanto ela fornece.
  • Caso você esteja tentando iluminar uma região específica ao longo de uma parede, você pode utilizar recursos especiais como trilhos eletrificados e utilizar uma fórmula para calcular a iluminação naquele ponto em particular.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível