Como calcular o número total de mols liberados

Escrito por christina sloane | Traduzido por luiz neves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular o número total de mols liberados
Mols são uma unidade de medida em química (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

Em química, os mols são unidades usadas para medir partículas de elementos. Na equação dos gases ideais (PV = nRT), mols de gás são liberados quando a pressão ou o volume são reduzidos, ou a temperatura é aumentada. Nessa equação, P representa a pressão, medida em atm; V é o volume, em litros; n representa os mols de partículas do gás; R é a constante universal dos gases, que vale 0,08206; e T é a temperatura, na escala Kelvin.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Observe seu problema para certificar-se de que a pressão, o volume e a temperatura estão nas unidades corretas para aplicá-los na equação. Converta qualquer temperatura em Celsius ou Fahrenheit para Kelvin. Adicione 273 a uma temperatura em Celsius para transformá-la em Kelvin. Subtraia 32 de uma temperatura em Fahrenheit e divida o resultado por 1,8 para obter o valor em Celsius, então, adicione 273 para chegar na temperatura em Kelvin. Converta qualquer medida volumétrica de ml no problema para L, dividindo-a por 1000.

  2. 2

    Aplique os números do problema na equação PV = nRT para determinar inicialmente quantos mols estão presentes. Um problema exemplo segue: "Um pequeno recipiente de um gás 'x' possui volume de 275 ml. Quantos mols estão presentes no recipiente se a pressão é de 100 atm e a temperatura é de 0 graus Celsius?" Para resolver: 0ºC + 273 = 273 Kelvin 275mL/1000 = 0,275 L

    100 atm (0,275 L) = n (0.08206) (273 K)

    n = [100 atm (0,275 L)]/[(0,08206)(273 K)] = 27,5/22,40238 = 1,2275 mols.

    Se a pressão ou o volume diminuírem, ou se a temperatura aumentar, mols de gás serão liberados.

  3. 3

    Calcule os mols liberados encontrando o número de mols quando a pressão, volume ou temperatura são diferentes. Temos a seguinte continuação do problema anterior: "Quantos mols são liberados quando a pressão é de 50 atm?". Use a mesma equação, PV = nRT.

    50 atm (0,275 L) = n (0,08206) (273 K)

    n = [50 atm (0,275 L)]/[(0,08206)(273 K)] = 13,75/22,40238 = 0,6137 mols.

  4. 4

    Subtraia a segunda resposta da primeira para encontrar os mols liberados:

    1,2275 mols - 0,6137 mols = 0,6138 mols liberados

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível