on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Como calcular a produtividade primária líquida

Biólogos usam a produtividade primária, ou a produção primária, para estabelecer a eficiência das plantas em converter dióxido de carbono, água e energia luminosa em glicose e oxigênio através do processo de fotossíntese, de acordo com o Serviço Florestal Canadense. O oposto da fotossíntese é a respiração, durante a qual as plantas consomem oxigênio e liberam dióxido de carbono e água. O efeito líquido é a produtividade primária líquida (PPL). Monitorar esse número ao longo do tempo ajuda a mostrar o efeito do clima e outras mudanças sobre o ambiente.

Instruções

Produtividade primária líquida é uma medida importante da saúde do meio ambiente (forest image by Marcin Chochlew from Fotolia.com)
  1. Meça a taxa de fotossíntese e respiração. Crie um sistema fechado, como uma garrafa transparente tampada contendo água do mar. Meça o aumento do oxigênio durante um período de tempo definido. Por exemplo, a água da garrafa contém 8 mg de oxigênio por litro no inicio da experiência e 10 mg de oxigênio por litro no final da experiência (uma hora mais tarde). Tanto a fotossíntese como a respiração foram efetuadas e a PPL, que mede o efeito líquido de ambos, é, portanto, 10 - 8, ou 2 mg por litro por hora.

    Loading...
  2. Confirme o resultado. Meça a taxa de respiração realizando a mesma experiência em um frasco de vidro escuro, no mesmo período de tempo. Como a fotossíntese só ocorre durante a presença da luz, o processo não ocorrerá nessa garrafa. Portanto, a quantidade de oxigênio diminui. Por exemplo, a água da garrafa contém 8 mg de oxigênio por litro no começo da experiência, tal como no Passo 1. Ela conterá 5 mg de oxigênio por litro no final do experimento. A taxa de respiração é, por conseguinte: 8 - 5, ou 3 mg por litro por hora.

  3. Calcule a taxa de fotossíntese comparando a quantidade de oxigênio nos dois frascos no final da experiência. Apenas a respiração ocorreu no Passo 2. Tanto a fotossíntese como a respiração ocorreram o Passo 1. Portanto, a diferença de oxigênio entre elas é provocada pela fotossíntese. A garrafa transparente no Passo 1 contém 10 mg de oxigênio por litro. A garrafa escura no Passo 2 contém 5 mg de oxigênio por litro ao final de uma hora. A taxa de fotossíntese, ou produção primária, é igual a 10 - 5, ou 5 mg por litro por hora. A respiração menos a fotossíntese é igual à PPL. Portanto, a PPL é igual a 5 - 3, ou 2 mg por litro por hora, que é o mesmo resultado da taxa de NPP obtido no Passo 1.

Loading...

O que você precisa

  • Garrafa de vidro transparente de 1 litro, com tampa
  • Garrafa de vidro escuro de 1 litro, com tampa
  • Água do mar

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...