Lazer e cultura

Como calcular o raio de giro de um cavalo mecânico com carreta

Escrito por richard rowe | Traduzido por allisson ester de paiva
Como calcular o raio de giro de um cavalo mecânico com carreta

Calcule o raio de giro de forma simples

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Cavalos mecânicos são feras complexas! Cada aspecto de sua performance depende de uma série de fatores, não somente relacionados aos cavalos em si, mas também à carreta. O objetivo do cavalo mecânico é puxar a carreta, que representa a maior parte do peso e tamanho do conjunto. Logo, você não precisa perguntar qual o raio de giro do cavalo, visto que esta medida, geralmente, depende mais da carreta. De qualquer forma, tudo que você necessita é aplicar um pouco de trigonometria simples para calcular o giro e o ângulo de Ackerman do conjunto.

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Calculadora com funções trigonométricas

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Meça o entre-eixos de seu cavalo (em centímetros) do centro do cubo do eixo traseiro ao centro do cubo do eixo dianteiro. Se os eixos forem de tração em série (como na maioria dos cavalos), então, meça do centro do espaço vazio entre os pneus nos dois eixos traseiros. Por exemplo, no Freightliner Classic XL and 53-foot trailer combo, o entre-eixos é de 635 centímetros.

  2. 2

    Cheque a informação da montadora a respeito do ângulo máximo de esterçamento do lado interior do pneu da direção, com o pneu esquerdo virando para este lado e o pneu direito virando para a direita. Se não conseguir encontrar esta informação, você pode medir facilmente com um transferidor. Para o Freightliner, o ângulo máximo de esterçamento é de 55 graus.

  3. 3

    Inicie sua calculadora trigonométrica, insira os graus de ângulo de esterçamento e aperte a tecla "sin". No exemplo, conseguimos 0,819. Agora, divida o entre-eixos pelo valor "sin". Por exemplo, o resultado é um ângulo de esterçamento de cerca de 7,753 metros. Multiplique por dois para conseguir o diâmetro de giro total ou círculo de giro 15,5 metros, neste caso. Se estiver medindo em pistas de rolagem, você precisa de, aproximadamente, cinco pistas de 3,04 metros.

  4. 4

    Faça o mesmo cálculo com a carreta, mas, desta vez, meça do centro dos pneus do eixo com tração em série até o centro dos eixos de tração e use o ângulo do cavalo em relação ao da carreta como seu ângulo de esterçamento. Com todos os eixos de tração em série de 16,15 metros para a frente, o entre-eixos é de 10 metros. Com um ângulo de 10 graus do cavalo a carreta, o ângulo de esterçamento é de 58,72 metros. Aumente o ângulo de esterçamento para 45 graus e o raio de giro cai para 14,32 metros. Faça um "L" em 90 graus ou mais com o cavalo e a carreta gira em seus eixos com um raio de 10 metros ou menos.

Dicas & Advertências

  • Matematicamente falando, a medida a partir dos eixos não é uma abordagem perfeita, mas é o melhor modo de se conseguir uma estimativa, já que não há como saber qual jogo de pneus está suspenso e qual esta em atrito, agindo como um ponto de apoio. Chegar à média deste modo irá fazer com que você se aproxime bem do raio de giro real, que pode variar dependendo da distribuição da carga, pressão dos pneus, aderência e superfície da estrada.
  • Se não possuir uma calculadora trigonométrica, digite em seu navegador "sin de ___ graus". A maioria deles lhe oferecerá este tipo de informação sem direcioná-lo para uma página separada.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media