Como calcular a taxa de juros de empréstimos

Escrito por john gugie | Traduzido por ricardo guardati
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular a taxa de juros de empréstimos
Juros compostos também são chamados de juros sobre juros (Business accessories image by Dmitriy Melnikov from Fotolia.com)

A taxa de juros de um empréstimo é muito importante no momento de decidir tomar emprestado qualquer quantia de dinheiro, independentemente de sua utilização. Quase nenhuma empresa ou pessoa empresta dinheiro sem cobrança de juros, ou taxas pela utilização do dinheiro e risco incorrido -- como inflação ou não reembolso da totalidade ou de parte do empréstimo.

Há duas formas básicas de juros. Os simples é um montante de juros de uma só vez sobre o total emprestado. Os compostos são mais complicados, pois são somados repetidamente, ou seja, os juros são pagos sobre o total emprestado e depois, sobre o novo valor, será cobrado juros novamente. Ele é repetido para cada incremento de tempo.

Para calcular qualquer tipo de juros, você precisa de quatro informações. A taxa de juros, o tempo de duração e se a taxa de juros é simples ou composta. O principal é a quantidade de dinheiro emprestado que precisa ser reembolsada acrescida de juros. A taxa de juros é a percentagem de capital que precisa ser pago pela taxa de empréstimo principal. O tempo de duração é o período de tempo (geralmente em anos ou meses), em que o total do empréstimo (principal mais juros) precisa ser reembolsado.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Papel
  • Lápis
  • Informação sobre o empréstimo
  • Calculadora

Lista completaMinimizar

Instruções

    Juros simples quando o principal, a taxa de juros e o tempo são conhecidos

  1. 1

    Reúna todas as informações que você precisa para calcular o valor dos juros que se espera pagar. Pegue um papel e uma calculadora. Você precisa do valor, os juros e o tempo de duração do empréstimo. Em nosso exemplo, o valor é R$ 500, a taxa de juros é 10% e o tempo, cinco anos.

  2. 2

    Escreva a fórmula de cálculo de juros ao lado dos dados da etapa um. A fórmula é I = Vrt, onde I = juros, P = valor, r = taxa de juros e t = tempo de duração do empréstimo.

  3. 3

    Coloque os dados na fórmula para achar os juros que devem ser pagos em adição ao valor principal. Resolução: I = Prt = (500)(0,1)(5) = R$ 250 de juros.

  4. 4

    Calcule o total do pagamento. Some os juros da etapa três com o valor principal da etapa um. Em nosso exemplo, R$ 500 do valor principal mais R$ 250 dos juros é igual a um pagamento de R$ 750.

    Juros compostos quando o valor principal, a taxa de juros e o tempo são conhecidos

  1. 1

    Reúna todas as informações sobre o empréstimo que você precisa para calcular o valor dos juros que se espera pagar. Pegue um papel e uma calculadora. Você precisa do valor principal, dos juros e do tempo de duração do empréstimo.

  2. 2

    Escreva a fórmula ao lado dos dados da etapa um. A fórmula é V²(1 + r)^t onde I = juros, V = valor principal, r = taxa de juros e t = tempo de duração do empréstimo. Para juros compostos, o fator exponencial é denotado pelo símbolo ^.

  3. 3

    Coloque os dados na fórmula para achar os juros que devem ser pagos em adição ao principal. No exemplo, P(1 + r)^t = 500 (1 + 0.1)^5 = 500 (1.1)^5 = 500 (1.61) = R$805, o total do empréstimo a ser pago.

  4. 4

    Calcule o total de juros. Subtraia o principal na etapa um do montante total do empréstimo na etapa três. Este montante é o pagamento de juros sobre o principal. No nosso caso, o montante do empréstimo R$ 805 menos o valor principal de R$ 500 resulta em um total de juros de R$ 305.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível