Mais
×

Como calcular a taxa real de retorno sobre investimentos

Atualizado em 18 junho, 2018

Muitos investidores medem seu sucesso ou fracasso em investimentos pela taxa de retorno que os investimentos produzem. A taxa nominal de retorno mede o retorno, sem levar em conta a inflação. No entanto, as taxas de retorno podem ser influenciadas por pressões inflacionárias, por isso algumas pessoas preferem calculá-las após a inflação, também conhecida como a taxa de retorno real. Para calcular a taxa de retorno real, você precisa saber o valor pago pelo investimento, o valor pelo qual ele foi vendido e a taxa de inflação durante o tempo que investimento estava ativo.

Instruções

A taxa de retorno real é afetada pela inflação (finance image by Chad McDermott from Fotolia.com)
  1. Subtraia o valor final do seu investimento do custo inicial do mesmo. Por exemplo, se investiu R$ 10.000 em um fundo e vendeu um ano depois por R$ 11.000, você deve subtrair R$ 10.000 de R$ 11.000, resultando R$ 1.000.

  2. Divida o resultado do "Passo 1" pelo valor inicial do investimento. Continuando este exemplo, você dividiria R$1.000 por R$10.000 para obter 0,1

  3. Multiplique o resultado do "Passo 2" por 100 para converter de número decimal para porcentagem, a fim de calcular a taxa nominal de retorno. Neste exemplo, você multiplicaria 0,1 por 100 para obter 10%.

  4. Pesquise a taxa de inflação ao longo do período de tempo que o seu investimento ocorreu. Você pode usar uma calculadora online. Por exemplo, se o fundo de investimento mútuo ocorreu entre janeiro 2007 e janeiro 2008, nos Estados Unidos, a inflação foi de 4,28%.

  5. Subtraia a taxa de inflação da taxa nominal de retorno para encontrar a taxa real de retorno. Finalizando este exemplo, você subtrairá a taxa de inflação de 4,28% a partir da taxa nominal de retorno de 10%, para encontrar a sua taxa real de retorno de 5,72%.

O que você precisa

  • Calculadora
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article