Como calcular a utilização de mão de obra

Escrito por bryan richards | Traduzido por carlos nascimento
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular a utilização de mão de obra
Em uma programação de fábrica, as horas de trabalho produtivo de um funcionário são, muitas vezes, referidas como "momentos chave" (Southern Stock/Digital Vision/Getty Images)

A utilização de recursos humanos se refere às horas de trabalho produtivo como uma percentagem do trabalho total pago. Por exemplo, em uma empresa de produção, o intervalo ou tempo gasto limpando uma estação de trabalho, em vez de realmente produzir produtos para a venda, não será contado como utilização de mão de obra. A utilização de recursos humanos é uma boa medida da eficiência de sua força de trabalho. Se a utilização da mão de obra for baixa, você pode precisar encontrar maneiras de eliminar o tempo de inatividade, ou motivar os funcionários de forma mais eficaz.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Defina as horas produtivas para o seu negócio. Antes que você possa encontrar uma razão produtiva para as horas improdutivas, primeiramente deve determinar claramente quais os elementos de horas pagas que considera como trabalho produtivo. Algumas diferenças são óbvias. Por exemplo, o tempo de férias remunerados, ou tempo de doença remunerados, não seriam contados como horas produtivas. No entanto, alguns elementos de horas remuneradas são mais difíceis de distinguir. Por exemplo, o tempo gasto com a limpeza de um posto de trabalho será contabilizado como horas produtivas? E sobre o tempo gasto em uma reunião de segurança? Geralmente, esses dois itens provavelmente não serão considerados como usos produtivos do tempo. Normalmente, só o tempo que se passa realmente no processo de contribuição direta para a receita é contado. Uma boa regra de ouro é a de considerar ou não se uma atividade é essencial para o processo. Por exemplo, dependendo de como esteja a configuração da loja, pode ser necessário para um funcionário gastar cerca de meia hora por dia andando entre duas máquinas que ele opere. No entanto, isso não é necessário na medida em que o processo requer esse tempo gasto com a movimentação. Se, por exemplo, as máquinas forem movidas para mais perto uma da outra, esse tempo pode ser reduzido ou eliminado, sem afetar o andamento do processo.

  2. 2

    Calcule o número de horas que se encaixam em sua definição de horas produtivas de trabalho. Isso pode ser feito baseando-se em cada funcionário por departamento, unidade, ou de toda a organização. Na medida em que você sente a precisão dos resultados, você pode ter empregados que controlem o seu próprio tempo. Alternativamente, você pode designar alguém para monitorar as atividades dos funcionários e manter o controle. Isto pode ser feito diariamente, semanalmente, anualmente ou em outra base regular.

  3. 3

    Divida o total das horas de trabalho produtivo pelo total de horas pagas. Certifique-se de que as unidades sejam consistentes. Por exemplo, se medir as horas produtivas de trabalho de João da Silva para o mês de junho, não se esqueça que dividiu isso em horas pagas deste funcionário com relação ao mês de junho. Se estiver medindo as horas produtivas de trabalho do departamento A relativo ao ano fiscal de 2007, certifique-se de dividir esse número em horas de trabalho dentro do departamento A relativo ao ano fiscal de 2007. O percentual alcançado após completar este cálculo é a sua utilização da mão de obra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível