Como calcular a velocidade de duas polias diferentes

Escrito por mike gamble | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular a velocidade de duas polias diferentes
Polias transferem energia de um lugar para outro (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

As polias fornecem uma maneira simples de transferir energia de um eixo ao outro. Usando polias de vários diâmetros, você pode especificar o avanço mecânico e as velocidades relativas de cada eixo. Assim como em outras máquinas simples, as polias podem mostrar as vantagens mecânicas ao trocar distância por força. Uma polia pequena e rápida, por exemplo, pode transferir uma grande força para uma polia maior e mais lenta como uma compensação de sua distância rotacional. Em outras palavras, se a polia de saída fosse menor, a polia de entrada não precisaria rodar tanto para ter a mesma velocidade no eixo de saída.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Sistema de polia
  • Correia

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Determine a velocidade do eixo motor. Como você fará isso pode variar muito, dependendo do tipo de equipamento que está trabalhando. Alguns máquinas, motores ou aparelhos podem ter um taqueômetro. Alternativamente, você pode encontrar essa informação no site do fabricante ou na documentação.

  2. 2

    Meça o diâmetro médio da polia. O diâmetro médio é o ponto onde ocorre pouca ou nenhuma folga entre a polia e a correia. Apesar de ser muito importante determinar de forma precisa, na maioria dos casos ficará entre os encaixes de base e topo. Inspecione a correia conforme a polia vai virando-a. A superfície de fora irá esticar, enquanto a de dentro será comprimida. O diâmetro médio coincide com o ponto onde não há nem extensão nem compressão.

  3. 3

    Calcule a razão das polias ao dividir o diâmetro médio de uma polia pelo diâmetro médio da polia motora. Por exemplo, suponha que o eixo motor tenha um diâmetro de 5,5 cm, e as duas polias ligadas pela correia tenham diâmetros de 11 cm e 7 cm. A primeira razão é = 11/5,5 = 2; e a segunda razão é = 7/5,5 = 1,27.

  4. 4

    Calcule a velocidade de cada polia dividindo a velocidade do motor pela razão da polia. Por exemplo, dada uma velocidade de 750 RPM, as velocidade da primeira polia será de = 750/2 = 375 RPM, e a velocidade da segunda polia será = 750/1.27 = 591 RPM.

Dicas & Advertências

  • Todos os sistemas de polia operam sob o mesmo princípio, seja através de uma correia, corda ou corrente. Por exemplo, as velocidades de todas as polias em um bloco de sistema podem ser calculadas encontrando-se a razão do diâmetro de cada polia.
  • Ao lidar com engrenagens ou rodas dentadas, a maneira mais precisa de determinas suas velocidades relativas é ignorar o diâmetro médio e simplesmente contar o número de dentes na engrenagem ou roda. O número de dentes é exatamente proporcional ao diâmetro. Dessa forma, a razão entre engrenagens equivale ao número de dentes de uma dividido pelo número de dentes da outra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível