Mais
×

Como calcular a vida útil de um capacitor eletrolítico

Atualizado em 17 abril, 2017

Um capacitor é um componente eletrônico que contém dois condutores separados por um dielétrico, com uma capacitância total conhecida. Nos capacitores eletrolíticos, um dos dois condutores consiste em papel encharcado em um líquido condutor. Essa escolha de material permite que os capacitores eletrolíticos tenham capacitâncias relativamente grandes em um volume pequeno. A vida útil de um capacitor eletrolítico pode ser calculada, mas ela também depende de seus componentes, bem como da temperatura e da tensão operacional.

Instruções

Calcule a vida útil de um capacitor em um circuito específico (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)
  1. Calcule o fator de correção devido à diferença entre a temperatura máxima do núcleo e a temperatura operacional, avaliando a seguinte fórmula derivada da lei de Arrhenius:

    F1 = e^{(Ea/k) x [(Tm-Tc)/(Tm x Tc)]}

    Ea é a energia de ativação do condutor de metal (0,94 eV para o alumínio), k é a constante de Boltzmann (0,0000862 eV/K) e Tc é a temperatura na qual o capacitor opera no circuito.

  2. Calcule a proporção entre a voltagem que o circuito aplica no capacitor e a voltagem máxima a partir da seguinte fórmula:

    R = Vc/Vm

    Vc é a voltagem do circuito.

  3. Procure o fator de correção da voltagem em uma fonte confiável, como artigos científicos (consulte a seção Referências). Chame-o de F2. De modo geral, quanto menor for a voltagem, maior será a vida útil do capacitor.

  4. Calcule a estimativa de vida para o capacitor no seu circuito pela seguinte fórmula:

    Lc = Lb x F1 x F2

    Lc corresponde à expectativa de vida útil do capacitor eletrolítico no circuito em questão.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article